LuliCoutinho
Nidia Vargas Potsch
Marilena Trujillo
Cibele Carvalho
Eda Carneiro da Rocha
Marly Caldas
Maria Tomasia
Maria Thereza Neves
José Ernesto Ferraresso
Antonia Nery Vanti - Vyrena
Teka Nascimento
Humberto Rodrigues Neto
Cassia Vicente
Ciducha
Ilze Soares
Rivkah Cohen
Ivete Tayar
Naida Terra
Falcão S.R
Auber Fioravante Jr
Penhah Castro
Elane Tomich
Maria Luiza Bonini
Manoel Virgilio
SussuLuz
Ervin Figueiredo
Efigênia Coutinho
 

Jorge Linhaça
Paulo Silveira de Ávila
Silvio Parise
Regina Bertoccelli
Tarcísio R. Costa
Lêda Mello
Hilda Rosa
Tereza da Praia
Ógui Lourenço Mauri
Maria José Tauil
José Geraldo Martinez
Eliana Ellinger
Hamilton Brito
Hilda Persiani
Nara Pamplona
Silvio Parise
Mercilia Rodrigues
Lúcio Reis
Vanderli Granatto
Theca Angel
Celina Miranda
Graça Ribeiro
Ilka Bosse
Maria Regina Adriano
Dioni Fernandes Virtuoso
Odir, de passagem.
Antonio Barroso (Tiago)
 

 

 

 

 

 

 

 

Soneto de Fidelidade

De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

Vinícius de Moraes

 

 

Meu Amado!

Luli Coutinho


Canta uma canção de amor!
Envolva-me com teus falsetes
Confunda-me com teus gemidos
Mistura os teus desejos aos meus.

Faze das estrelas, enfeites do nosso céu!
Transforma o amor em doce canto
Aqueça os afagos num forte orgasmo
Ao santuário deste amor doado.

Sinta os encantos tantos do meu corpo
Que se desfolhado em doce néctar
Desmaia em gozo agradecido
Na paz dos deuses, enternecido.

Nesta noite orvalhada, imaculada!
Que tantas vezes sonhei ter
Seja o amado, o amante sonhado!
Meu eterno namorado.

 

 

Ousadia... de amar...

Nídia Vargas Potsch


Se eu gritar
aos quatro ventos
que te amo, perdoa amor,
por querer-te tanto.
O vento norte
levará meu canto,
a brisa forte,
espalhará meu pranto...
Meu canto é sagrado,
ouça o meu cantar!
Meu pranto é molhado,
veja o meu chorar!
Choro miudinho,
canto devagarinho
só pra te ninar...
E se eu gritar
pro mundo todo ouvir
que é assim que te quero
sem lero-lero,
que me completas
e ponto final,
perdoa, amor,
esta ousadia,
mas vou gritar...
Te Amo, Meu Namorado!

@Mensageir@

 

 


(Na)Morada do Silencio...

Nídia Vargas Potsch

Escondo-me nas sombras
de uns poucos pecados havidos
aura gasta sem luzes faiscantes
ardida em lume brando
sem mais aparatos
que sonhos desengonçados...

Um colorido amorfo
acompanha intenções
e devaneios já distantes
espelhados e espalhados ao léu
regorgitando
a coragem do pensar...

Milhas seguidas
inopinadamente
sem ter onde chegar...
Ou terei?
Num jogo
de sorte ou azar,
extraídas não sei de onde...
Ou saberei?

Medo de não mais
conseguir amar
levando amores inacabados
na bagagem,
vivências em ultimatos
escorregadias no vácuo...
deste inglório poetar
Que é não ser amada
e amar...

@Mensageir@

 

 

Meu namorado, meu amado...

Marilena Trujillo

Ah, meu querido namorado tão amado!
Hoje quero estar a seu lado, juntinho...
Cobri-lo de amor, de beijos e carícias,
Ter você em minha boca, bem pertinho...

No som... Deixar tocar a nossa música
Primeira, aquela que nos fez tremer...
Falar bem baixinho aos seus ouvidos,
Como é bom... nos braços o acolher!

Ir assim... Como quem nada quer...
Aninhando-me em seu peito cheiroso ...
Entregar-me ao mais lindo sonho...
Num beijo cálido, estonteante e gostoso...

Abraçá-lo apertado, abraço demorado...
Aproveitar esta noite que é só nossa,
Convidá-lo pra dançar e rodopiar na paixão.
Amar e amar... Até que mais não possa!

Quero nesta noite nua... ser toda sua,
Coberta de amor, só amor e loucura...
No seu peito, sentir toda vida pulsar,
Cheia de som... desejo e ternura...

Nossa noite tão sonhada, é toda nossa!...
Somos um, uma só pele... Um só coração...
Perdidos em afagos ansiados, seus dedos
Tocando meu corpo como uma canção!

Ah, meu amado, doce namorado!
Já não estou só, você está em mim...
Ocupando todos os espaços...
Meu raio de luz! Meu querubim!...

Ah!... meu amado... nesta noite...
O mundo pode até chegar ao fim!

Mary Trujillo
Respeite os direitos autorais

 

 

Soneto a quatro-mãos

Tudo de amor que existe em mim foi dado
Tudo que fala em mim de amor foi dito
Do nada em mim o amor fez o infinito
Que por muito tornou-me escravizado.

Tão pródigo de amor fiquei coitado
Tão fácil para amar fiquei proscrito
Cada voto que fiz ergueu-se em grito
Contra o meu próprio dar demasiado.

Tenho dado de amor mais que coubesse
Nesse meu pobre coração humano
Desse eterno amor meu antes não desse.

Pois se por tanto dar me fiz engano
Melhor fora que desse e recebesse
Para viver da vida o amor sem dano.

Vinícius de Moraes

 

 

O NAMORO

Cibele Carvalho

Momento mágico na vida,
em que se dá o encontro
de uma alma querida
que se reconhece de pronto.

Neste instante divino,
os anjos, em harmonia,
cantam doce melodia
que mais parece um hino.

Tudo fica mais bonito,
por aquilo que é dito
nesta fase tão suave.

O namoro, com certeza,
enche a vida de beleza,
e da felicidade tem a chave.

RJ,29/05/11

 

 

Amor!

Hoje é o nosso dia.
Dizem que a terra está em flor!
Que vivemos para o nosso amor!..

Só que te amo o ano inteiro,
não só nesse dia!
Meu amor é tanto,
tão grande que 365 dias
não cabem dentro dele.

Seria preciso muito mais,
para eu te amar,
como querem que te ame
mas, sem recursos materiais.
sem compras nos shoppings.

Procuraria na areia uma conchinha
e escreveria o teu nome.
Brincaria na praia e te daria
todo o meu amor.

Depois, iríamos ver os Fogos de Artifício,
os balões, pois é mês de São João.
Te estreitaria quentinha
e te daria meu coração.

Aí sim , seria nosso dia,
dos namorados,
onde trocaríamos
eternas juras de amor
que jamais acabariam
neste universo em flor.

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"

Para a minha querida amiga Luli,
meu Poema para o Dia dos Namorados.

Um beijo terno de
Eda

 

 

Meu lindo namorado


de repente apareceu
sem ao menos eu esperar
até me assustei...
com tanto carinho
mas já me acostumei
e assim vou me envolvendo
e ele já abusando
de mim vai se apossando
com abraços e beijos
e eu aqui cada vez mais me apaixonando...

marly caldas

 

 

Amor em paz

Eu amei
Eu amei, ai de mim, muito mais
Do que devia amar
E chorei
Ao sentir que iria sofrer
E me desesperar

Foi então
Que da minha infinita tristeza
Aconteceu você
Encontrei em você a razão de viver
E de amar em paz
E não sofrer mais
Nunca mais
Porque o amor é a coisa mais triste
Quando se desfaz

Vinícius de Moraes

 

 

Meu amado namorado

Maria Tomasia

Como te amo, meu namorado;
tu és tudo o que eu mais desejava.
Foste, por Deus, predestinado,
aquele que a vida me reservava.

Meu amado, sem ti não sou nada,
porque juntos nos completamos.
És meu ninho, minha pousada,
em apenas um, nos condensamos.

Sou somente tua e tu és todo meu;
nunca iremos deixar de nos amar.
Meu amor há de ser apenas teu,
e nos teus braços quero repousar.

Nada nem ninguém irá nos separar,
porque um sentimento como o nosso,
em tempo algum poderá se alterar.
Sem teus carinhos, viver eu não posso.

 

 

Amor jamais morre

Maria Thereza Neves

Ah sentimento doce
que invade a alma
infiltra no sangue
aguça sentidos
aquece a alma !

Ah beleza que invade
afaga
afoga
devora
e jamais morre!

Ah claridade na escuridão
no embalo da música
nos caminhos que se abrem
ao néctar do amor que jamais esgota.

 

 

SONETO DO AMOR MAIOR

Maior amor nem mais estranho existe
Que o meu, que não sossega a coisa amada
E quando a sente alegre, fica triste
E se a vê descontente, dá risada.

E que só fica em paz se lhe resiste
O amado coração, e que se agrada
Mais da eterna aventura em que persiste
Que de uma vida mal aventurada.

Louco amor meu, que quando toca, fere
E quando fere vibra, mas prefere
Ferir a fenecer - e vive a esmo

Fiel à sua lei de cada instante
Desassombrado, doido, delirante
Numa paixão de tudo e de si mesmo.

Vinícius de Moraes

 

 

NAMORADA

José Ernesto Ferraresso

Um semblante em seu rosto,
a lua é testemunha entre nós .
Seu rosto angelical está à procura,
de afagos, carinho e paixão.

De repente nos abraçamos,
continuo olhar em seus olhos.
Em suas marcas e na sua pele suave,
nos mínimos traços que tem.

Sob a luz do luar,
é minha luz e meu caminho
minha namorada e confessora,
e entre nós floresce amor.

Essa paixão é intensa,
e jamais irá terminar.
União entrelaçada,
coração pra te afagar.

Serra Negra/SP

 

 

Namoro de Juventude

José Ernesto Ferraresso

N asce às vezes de um olhar.
A través de um afeto e um só carinho.
M ostra-nos paixão amor sem fim.
O nde duas almas se identificam.
R eluz afeto doação para essa emoção.
O nde os dois unem o coração.


D esperta sentimento estranho.
E espera um sentimento eterno.

J orra ciúme entre eles.
U ne confiança e desconfiança.
V ence o sentimento mais forte.
E ntrelaçados um no outro.
N ega a identidade e surge a falsidade.
T raz sempre a dúvida e a separação.
U tiliza os dois a palavra "não".
D esperta várias vezes o poder da traição.
E nvolve problemas do coração.

Serra Negra

 

Vem...

Meu amor, eu te convido,
Vem comigo namorar
Sob o brilho das estrelas,
Sob o clarão do luar!

Passear bem abraçadinhos
E, entre suspiros e carinhos,
Muitos beijos trocar!

Vamos andar bem juntinhos,
Sentir o perfume das flores
Que enfeitam nosso caminho.

Quando o cansaço chegar,
Andando devagarinho,
Voltaremos ao nosso ninho
E, um nos braços do outro...
Continuaremos a nos amar!

Antonia Nery Vanti (Vyrena)

 

 

Canção do amor que chegou

Eu não sei, não sei dizer
Mas de repente essa alegria em mim
Alegria de viver
Que alegria de viver
E de ver tanta luz, tanto azul!
Quem jamais poderia supor
Que de um mundo que era tão triste e sem cor
Brotaria essa flor inocente
Chegaria esse amor de repente
E o que era somente um vazio sem fim
Se encheria de cores assim
Coração, põe-te a cantar
Canta o poema da primavera em flor
É o amor, o amor chegou
Chegou enfim

in Poesia completa e prosa: "Cancioneiro"
Vinícius de Moraes

 

 

Meu Doce Namorado

Teka Nascimento

Assim o Universo conspirou...
Nos encontramos no século XXI,
em plena era da informática, e você com seu carinho me conquistou.
Sua doçura e meiguice nos remete aos anos dourados onde
os enamorados, dançavam abraçados.
Hoje nos encontramos em uma pequena ponte
onde apenas num clique, nosso olhos se encontram,
e assim, como um passe de mágica, estamos juntinhos vivendo
essa linda história de amor e paixão.
Você chegou de mansinho
trazendo um coração cheio de carinho.
Olhei nos seus olhos, vi seu sorriso,
senti sua delicadeza, meu coração pulsou mais forte...
Entregando-se ao seu amor.
O coração tem seus mistérios, vivemos os anos dourados,
separados pelo tempo e espaço.
Hoje estamos aqui, nos amando e nos apaixonando a cada dia.
E ao ver a primeira estrela a brilhar no azul intenso do céu,
sabemos que é o momento de nos encontrar...
E a ponte mágica se estende para novamente nos abraçar!
Como é maravilhoso te amar!

 

 

DESLUMBRAMENTO

Humberto Rodrigues Neto

Como é sublime transportar-me a ti
nas asas das estrofes que escrevi...
expor-te o sonho em que me encontro imerso,
na vibração melódica de um verso;
sentir que o louco anseio que me anima
materializa-se na estranha rima
do meu desejo, do meu fútil sonho,
nas pálidas estrofes que componho,
que me aniquilam à vontade imensa
de ver em tudo tua sutil presença!


Teu ser amado... Como é doce tê-lo
de encontro a mim... beber o teu cabelo
numa ânsia insana, num voraz desejo,
no fretenir elétrico de um beijo,
Ah... esses cabelos nos quais adivinho
melíflua seda a se mesclar de arminho,
que por teus ombros divinais desliza,
e brinca airoso no soprar da brisa!


Mirar teu rosto em perenais idílios,
emoldurados por teus curvos cílios,
a cuja frente o Belo se ajoelha...
o traço lindo de tua sobrancelha
realçando o brilho dos castanhos olhos,
que são de luz suavíssimos refolhos,
a pôr em tudo luminosos rastros,
fosforescendo quais longínquos astros
na mais candente das fulgurações,
que embriagam todas as constelações,
onde cintila, em silêncios profundos,
toda uma estranha vibração de mundos!


No rosto esse ar heril de imperatriz,
a curvatura tênue do nariz,
as suaves conchas das orelhas alvas,
finas, graciosas, quais marmóreas valvas
que Deus tivesse ao mar roubado e posto
no teu semblante por troféus de um rosto!


Redondo, frágil, maciez de freixo,
a meiga alfombra e maciez do queixo,
e pouco acima essa volúpia louca:
aberta ao beijo a nacarada boca,
de um fio de pérolas garboso escrínio.
que é todo o sonho, todo o meu fascínio,
todo o meu estro, meu deslumbramento!
A altiva fronte, a perfeição do mento
e em linhas frágeis, delicado esboço,
a tépida epiderme do pescoço!


Do busto ousado os íntimos espaços,
as serpes de úsnea dos roliços braços,
das mãos macias a conformatura,
o vão meneio tênue da cintura,
que oscila leve, num volteio lento,
como se fora palmeirais ao vento...
Os teus quadris, essa febril redoma,
que dão-me anseios que o meu ser não doma,
a impor-me à vista um suceder de pasmos,
e à mente insana um turbilhão de espasmos!


Tuas perfeições fazem que eu me concentre
em toda a morna ondulação do ventre...
ah... quanto encanto embriagador externas
no pedestal esplêndido das pernas,
que te assemelham, numa lenda fátua,
aos mil contornos de uma rara estátua,
tornada humilde comparada ao que és!
A cor do joelho, a carnação dos pés,
todo o teu corpo é da beleza o acervo,
que vive no pulsar de cada nervo,
e em cada artéria há uma paixão que vibra
e há frêmitos de amor em cada fibra!


Ah... quem me dera ter de Roma o império,
ter o fastígio e a força de um Tibério
pra te fazer da História o eterno tema...
guindar-te à fronte um rútilo diadema,
ver as tuas mãos em pedraria imersas,
forrar teu colo de guirlandas persas...
trazer do oriente trescalar de lírios,
vestir teu corpo de rendados sírios,
dar-te à existência atávicos regalos...
pôr aos teus pés mil serviçais vassalos,
fazer teu ser de toda a Terra o dono
e em seda e ouro de erigir um trono!


Ah... ressuscita, ó gênio Rafael,
toma de novo o teu febril pincel,
reúne o branco mais sutil que exista,
toma o rosado, o rubro mais realista,
os verde-azuis nos quais impere a gala:
dos fins de tarde os semitons de opala,
toda a coloração, toda a realeza
que veste a terra, o mar, a natureza;
torna imortal a tua indelével fama,
reacende em tua aquarela a antiga flama,
sai desse céu que à noite se constela
e imortaliza esta mulher na tela!

 

 

Namorar é tão bom!

Cássia Vicente

Eu te namoro, você me namora,
nós namoramos
conjugando o presente.

Eu te enamorei, você me enamorou,
nós namoramos no passado
e como ainda é bom.

Eu te namorarei, você me namorará,
nós namoraremos até quando
o futuro desejar.

Namorar é tão bom!

 

 

Como dizia o poeta!

Quem já passou por essa vida e não viveu
Pode ser mais, mas sabe menos do que eu
Porque a vida só se dá pra quem se deu
Pra quem amou, pra quem chorou, pra quem sofreu
Ah, quem nunca curtiu uma paixão nunca vai ter nada, não
Não há mal pior do que a descrença
Mesmo o amor que não compensa é melhor que a solidão
Abre os teus braços, meu irmão, deixa cair
Pra que somar se a gente pode dividir
Eu francamente já não quero nem saber
De quem não vai porque tem medo de sofrer
Ai de quem não rasga o coração, esse não vai ter perdão
Quem nunca curtiu uma paixão, nunca vai ter nada, não

Vinícius de Moraes

 

 

Meu namorado

Ciducha

Nasce um poema
meio triste e reticente
impertinente
vem chegando de mansinho
nas asas da saudade
que eu sinto do meu amor
há tanto tempo distante, isolado
meu namorado...

A lua abona meu verso
expõe meu reverso
de tantas luas felizes que vivi
e de repente o destino
quem sabe, insatisfeito comigo
chegou arrogante e sem pesar decretou:
_ O fim chegou e ponto!

Mas ele não me ensinou
a aceitar o seu decreto, irrevogável
por isso minh'alma nivela nessa saudade
de quem foi e será sempre tão amado,
o meu namorado...

 

 

Desejo de um amor sem fim

Ilze Soares

Quem nunca sentiu o desejo de amar,
de estar com a pessoa amada,
caminhando juntos na mesma estrada,
lado a lado,mãos entrelaçadas?

Muito ja sofri, por essa vontade ter...
Hoje, meus valores são diferentes.
Já não sonho como adolescente
Mas, sim, como mulher experiente.

Quero um amor consciente,
que seja amante, cúmplice, confidente...
Que não tenha apenas uma cabana
e que seja excelente de cama!

Se é principe ou sapo encantado,
não importa, deixo isso de lado,
desde que me queira de verdade
e jamais esqueça a lealdade.

Se existe alguem com um perfil assim
eu não sei, nunca vi...
Sei apenas que gostaria muito de sentir,
a emoção de um amor sem fim.

 

 

Meu amor

Ilze Soares

Como é dificil encontrar
um presente que eu possa lhe dar...
Um presente que represente,
o meu jeito único de o amar.
Meu jeitinho é brasileiro,
de me dar e querer
voce por inteiro.
Pensei em flores...mas, acredito,
isto está muito batido...
Presente pessoal?
Coisa mais banal!
Então, pensei em algo diferente,
algo que de fato represente
o que sinto por voce.
Entrego-lhe o meu coração,
embrulhado para presente,
com papel e laços amarrados
em ternura e emoção...
Guarde-o! Ele é seu sòmente.

Feliz Dia Dos Namorados!

 

 

O verbo no infinito

Ser criado, gerar-se, transformar
O amor em carne e a carne em amor; nascer
Respirar, e chorar, e adormecer
E se nutrir para poder chorar

Para poder nutrir-se; e despertar
Um dia à luz e ver, ao mundo e ouvir
E começar a amar e então sorrir
E então sorrir para poder chorar.

E crescer, e saber, e ser, e haver
E perder, e sofrer, e ter horror
De ser e amar, e se sentir maldito

E esquecer de tudo ao vir um novo amor
E viver esse amor até morrer
E ir conjugar o verbo no infinito...

Vinicius de Moraes

 

 

Dia dos namorados

Que alfarrábios
achaste palabras tão belas?
De onde trouxeste esta chuva
que suavemente desce por minha janela?
Tenho a impressão que deixaste
os campos sem nenhuma flor,
os amantes mais sábios,
calados sobre o amor!
Meu coração?
Descompassado,
mas incrivelmente, estou serena!
De tão feliz, penso voar,
sinto-me única, plena
como um dia sonhei amar..
Eu que me sentia sem norte,
ao ouvir tua declaração,
sinto-me terrivelmente forte!
Obrigada,
por no Dia dos Namorados
me fazer sonhar..

rivkahcohen

 

 

Namorado

Não há, no mundo, nada mais belo do que amar;
Ter namorado que nos faça de paixão suspirar...
E nos apaixonarmos, a alma de amor vibrar...
Se deliciar por momentos carinhosos, gostosos...
Do toque delicado de sua mão pelo corpo deslizar,
A aguçar o desejo profano, insano e caprichoso...
Incentivando-nos o bem-querer, de nos entregar...
Dois corações afetuosos, sedentos que só querem amar!

Ivete Tayar – autora – 29/05/2011 – 14h22
Direito Autoral Reservado – Lei nº 9.610/98

 

 

MEU NAMORADO,TE AMO,
ETERNAMENTE
TE AMO


Naidaterra

Penso tanto e tanto em você,
que sem perceber invoco suspirando o teu nome...
Tudo quanto existe no meu pensamento,
encerra-se na minh'alma que te chama de poesia...
Eu te penso tanto e tanto, que causa-me delírios,
vejo-me em rubras chamas a abrasar-te
o corpo estreitando-te todo dentro da
minha boca pequenina.
Te amo, eternamente te amo...

 

 

Dia dos Namorados


Hoje o dia está tão lindo
Mas não estou sorrindo
E a culpa é de você
Minha bela namorada
Que me deixou na estrada
Sem nenhuma chance
de feliz viver.

Vejo o sol de primavera
E numa longa espera
Só penso em encontrar
Sua ternura em meu caminho
A paz do seu carinho
E seus olhos claros
Para me iluminar.

Penso no seu belo sorriso
Não sabendo o que preciso
Fazer para o esquecer
Estou perdido igual criança
Sem fé e esperança
Procurando outro alguém
Que possa me socorrer.

Vou seguindo sem destino
Nas noites tão sozinho
Sem ter onde chegar
Sou escravo da saudade
Um barco em tempestade
Sem farol e estrelas
Que possam me orientar.

Vejo casais apaixonados
Passeando abraçados
Nessa noite de luar
Sinto uma tristeza intensa
E a dor sua ausência
Pensado que em outros braços
Você possa agora estar.

Nosso amor é tão bonito
Que penso e não acredito
Que o ciúme possa destruir
Vem meus lábios te reclama
Faz reacender a chama
Que triste se apagou
Quando você me deixou.

Hoje é dia dos namorados
E beijos apaixonados
Estão acumulados só para você
Vem e esquece a nostalgia
Desfruta da imensa alegria
De ver que até em poesia
Tudo que escrevo é para você.

O ciúme é doença querendo desunir
Unindo-se a descrença para destruir
A felicidade que nos faz sonhar
Mas quando o amor é verdadeiro
É sempre mais forte e ligeiro
E nada existe que o possa superar.

Assim é esse amor que te ofereço
Que para adquirir não tem preço
Pois vem do azul do céu e mar
Onde o lindo sol não tem vaidade
Recolhendo-se ao fim da tarde
Permitindo que a lua possa reinar.

Quero teus lábios tão rosados
E os beijos apaixonados
Que me esforcei para merecer
Sou teu namorado sincero
De tudo o que mais quero
É nunca e jamais te perder.


Falcão S.R - Rio de Janeiro - RJ
www.luzdapoesia.com

 

 

Pela luz dos olhos teus

Quando a luz dos olhos meus
E a luz dos olhos teus
Resolvem se encontrar
Ai que bom que isso é meu Deus
Que frio que me dá o encontro desse olhar
Mas se a luz dos olhos teus
Resiste aos olhos meus só p'ra me provocar
Meu amor, juro por Deus me sinto incendiar
Meu amor, juro por Deus
Que a luz dos olhos meus já não pode esperar
Quero a luz dos olhos meus
Na luz dos olhos teus sem mais lará-lará
Pela luz dos olhos teus
Eu acho meu amor que só se pode achar
Que a luz dos olhos meus precisa se casar.

Vinícius de Moraes

 

 

Ah! Enamorada Minha

Vejo-me em teus olhos doces,
Decifrando dores qual tal a suavidade
Da pluma pairando na brisa,
Murmurando em teus cabelos,
Trazendo em jade o verso amuleto!

Na caricia do mar sob a areia,
Sinto teu lábio melindroso
Tatuando-me, esculpindo entre as luzes
Meu corpo em conjugações,
Minha poesia em raras odisseias!

Em todo crepúsculo
Volto-me as folhas vazias
Ouvindo tua voz de soprano,
Orquestrando páginas e imensidões
Aveludadas em apaixonados madrigais!

Não há risco ou rabisco
Sem aquele gole de vinho
Saboreado entre tuas dunas,
Singulares como a escarlate rosa
Entalha em teu amor...

Ah! Enamorada minha!

Auber Fioravante Júnior
10/06/2010
Porto Alegre - RS

 

 

TÃO BOM NAMORAR...

by Penhah Castro

Ah! Que saudade
Tão longe no tempo vai
Tão perto do coração está!
Foram momentos inesquecíveis
Que fazem parte da minha historia
E, que na biblioteca da memória,
Ainda vibram tão boas lembranças...
Foram três momentos
Que marcaram minha emoção
Os primeiros na minha experiência
Presentes da minha adolescência
Tão rica foi de alegrias...
Tão encantada fiquei
Que senti que preparei
Um futuro sadio
Onde amor e alegria
Seriam merecimento...
Tantas surpresas e suspense
No pegar da mão
No primeiro abraço
No beijar apaixonado...
Foram alimentos tão intensos
Que ninguém poderia imaginar...
Tão bom foi começar a namorar...

 

 

Meu namorado

tem brilho de onix no olhar
e nunca dorme se atento
às coisas de amar e adentros
De mágica periferia
meu amado me faz centro

Ele é quase fantasia.

Mas quando na face desce
o veu de cílios espessos
uma tristeza cresce
pausa intensa para ser

Meu amado quer viver

Então meu amado é só gente
sofre a alegria e sente
o destino de se ver
refletido num espelho.

É quando seu brilho é velho

Meu namorado é encaixe
de igual peça que me falta
me faz sentir sempre em alfa
em sábios meandros de dança.

Nesse estado ele não cansa

E é do seu suor tão doce
que me alimento qual fosse
eu abelha e ele mel.

Aí é pegar o céu

Desdobrar em manto e fugir
pro sono de não dormir
e sonhar eternidade
que meu homem é de verdade
e se não fosse a lonjura
meu amado, mais que fonte
é corredeira que dura
é quase meu horizonte.

Meu amado é sede e fonte.

Elane Tomich

 

 

Soneto do Amor Total

Amo-te tanto, meu amor ... não cante
O humano coração com mais verdade ...
Amo-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade.

Amo-te afim, de um calmo amor prestante
E te amo além, presente na saudade.
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante.

Amo-te como um bicho, simplesmente
De um amor sem mistério e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente.

E de te amar assim, muito e amiúde
É que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude.

Vinícius de Moraes

 

 

ODE AO MEU NAMORADO, MEU AMOR

Maria Luiza Bonini

És o perfume de aroma mais suave
No sereno refrigério do ar que eu respiro
Provocando em mim, emoções e arrepios
Tal musica e canto, em perfeita harmonia

És da ternura, o sentir mais puro
Nos teus carinhos grafados em meu peito
Tornando o nosso amor mais do que perfeito
Transportando-me alem dos nefastos muros

És a liberdade do amor, em devoção
Quando voamos juntos pelos céus do infinito
Onde inexiste a ruidosa turbulência dos conflitos

És de minha vida o sol e a razão
Nas estrelas, já ha muito, estava escrito
Que és meu amor, pelos céus, já definido

São Paulo/Brasil
01.06.2011

 

 

 Amor Doce

Manoel Virgílio

O amor que eu te dedico é muito doce,
Um sonho com bom creme, qual se fosse.
Teus lábios são de mel, minha ambrosia,
Também doce de arroz, minha aletria.
Teu colo muito branco, qual manjar,
É frio, qual sorvete, p’ra tomar.
Teus seios são macios qual pudim,
De leite ou desse pão que tu és p’ra mim.
Cabelos são da cor do chocolate,
Usando fios de ovos, sempre, os trate.
Das pernas, as batatas é o que vejo
Batatas também doces... que desejo!
Assim, és meu cuscuz, doce de leite,
A baba que é de moça, meu deleite!

http://mvpcortes.wordpress.com

 

 

Ao meu amor...

SussuLuz

Você é tudo para mim,
não se parece com o homem
que tanto sonhei, que tanto idealizei.
Não corresponde a nada que eu
tenha concebido na profundeza
de minha alma. É um ser totalmente novo,
me parece algo encantado, algo que
o destino roubou de alguma galáxia desconhecida,
para colocar no meu caminho.
Olhando para você, sou possuída por
um amor que nunca antes tinha
se oferecido a mim, um amor absorvente,
um amor que me preenche totalmente.
Amo-o tão profundamente,
tão completamente, que toda vez
que o vejo me sinto nascer novamente.

SussuLuz, Botucatu 01/06/2011

 

 

 Ausência

Eu deixarei que morra em mim o desejo
de amar os teus olhos que são doces
Porque nada te poderei dar senão a mágoa
de me veres eternamente exausto
No entanto a tua presença é qualquer coisa
como a luz e a vida

E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto
e em minha voz a tua voz
Não te quero ter porque
em meu ser está tudo terminado.
Quero só que surjas em mim
como a fé nos desesperados.

Vinícius de Moraes

 

 

ETERNA NAMORADA

Você é meu amanhecer,
O dia mais claro, de céu azul...
Contigo posso afirmar,
Que todo este meu querer
É mais do que ilusão
Fazendo a gente sonhar !
Esperança de vida se abrindo,
Na flor que vai surgindo
Em jardim particular,
Plantada em meu coração
De onde ninguém vai tirar.
Carinho, afeto, ternura,
Te darei em devoção.
Te prometo que com brandura,
Na minha forma de amar,
Vou tocar seu coração.
Tu serás com certeza e doçura
Senhora de minha emoção,
O estro de poesias contadas,
Nos versos da vida esperada,
Serás sempre enfim ó querida,
Minha eterna namorada !

Ervin Figueiredo

 

 

Recado pro meu Namorado!...

Efigênia Coutinho

Que minha alma amante o encante
Nessa Saudade a multiplicar-se
em dez, em milhões.... Deixo meu
recado pro meu enamorado....

Entre mil momentos sumptuosos
O meu coração você sublimou.
E que ninguém me impeça de ir além
E ter este desejo sempre constante!

Nesta jornada de beleza infinita
com muita saudade vivo pensando
nos sonhos e poesias por nós vividos!
O tempo segue despido em paisagens.

Que meu recado venha suavizar
esta saudade tão abundante e real
que se eternize em seu coração...!
Escute este chamado vindo lá do céu!

Balneário Camboriú

 

 

Minha Rulinha

Jorge Linhaça

Pousada aos pés do Bonfim
encontrei minha Rulinha
tìmida e retraidinha
aproximou-se de mim

Olhava meio assustada
Com vontade de voar
Depois, mais acostumada
Formou comigo um par

Hoje é meu anjo da guarda
Me dá apoio e conforto
Mas é ladina a danada

Sendo pois meu bom porto
quando fica enciumada
Me deixa c'os "zóio" torto

 

 

Amor em paz

Eu amei
Eu amei, ai de mim, muito mais
Do que devia amar
E chorei
Ao sentir que iria sofrer
E me desesperar

Foi então
Que da minha infinita tristeza
Aconteceu você
Encontrei em você a razão de viver
E de amar em paz
E não sofrer mais
Nunca mais
Porque o amor é a coisa mais triste
Quando se desfaz

Vinícius de Moraes

 

 

MINHA NAMORADA

Paulo Silveira de Ávila

Amor:
esta palavra acende uma lua no peito,
e tudo se transforma em paixão.
Em chamas meu coração arde
perdido nas entranhas de êxtase,
vivo, extremo, e verdadeiro
com vontade de abraçá-la com ímpeto
ouvindo a doce música que encanta.
Oh! Minha querida namorada,
o mundo é uma fantasia,
mas meu amor ficará gravado
na luz que ilumina teus olhos
como um ritual de corpos magnetizados
querendo sentir todos os sonhos
envoltos em silhuetas de profundo prazer.
Eu te amo!

Paulo Avila
Publicado no Recanto das Letras
Código do texto: T1640152

 

 

'Desejo que esse te encontre bem e na paz do Senhor.
É assim que entendo o que seja o amor:

- Amar -

Amar, é querer só o bem,
é apreço, loucura, desejo,
vontade de dar e receber
inúmeros abraços e beijos
quando, envolvido nessa emoção
na paz e em plena união
usufruímos esse amor sem preconceitos.

Muita paz, luz e amor.
Shalom,

Silvio Parise

 

 

AO MEU ETERNO NAMORADO

Regina Bertoccelli

Por ti sempre fui apaixonada,
serás pra sempre meu namorado.
Quero nesta noite enluarada,
dançar de rosto colado.

Com o coração extasiado,
quero a ti ficar abraçada.
Por ti sempre fui apaixonada,
serás pra sempre meu namorado.

Inesquecível será esta noitada,
crê em mim, meu amado!
Com a alma iluminada,
tudo é mágico e encantado.
Por ti sempre fui apaixonada.

 

 

O que tinha de ser

Porque foste na vida
A última esperança
Encontrar-te me fez criança
Porque já eras meu
Sem eu saber sequer
Porque és o meu homem
E eu tua mulher

Porque tu me chegaste
Sem me dizer que vinhas
E tuas mãos foram minhas com calma
Porque foste em minh'alma
Como um amanhecer
Porque foste o que tinha de ser

Vinicius de Moraes

 

 

MINHA NAMORADA

Ah! minha namorada,
faz tanto tempo...
os seus beijos aqueciam minh'alma,
os seus lábios acendiam no meu coração
loucuras do amor, talvez da paixão,
com você meu coração batia forte,
o seu olhar me hipnotizava.

O tempo escondeu o passado
mas não destruiu os seus carinhos,
nem os mistérios dos seus beijos,
a química sagrada do amor.

Neste momento estou apaixonado,
sinto-me, de amor embriagado...

Minha namorada,
por que somem-se os sonhos
entre as brumas do passado?
Minha namorada volte, venha me beijar!
Sei lá! Talvez seja a solução,
sofre o meu coração...
Escrevo sem raciocinar este poema,
Não vou relê-lo para não destruí-lo,
Minha namorada,
assim, sem você, sou um solitário
do amor...

Tarcísio Ribeiro Costa

 

 

RONDEL A QUEM É AMADO

Lêda Mello

Feliz de quem é amado
De forma sincera, assim.
É como barco aportado
Em porto seguro, enfim.

Navegue no mar sem fim
Veleje no amor que é dado
Feliz de quem é amado
De forma sincera, assim.


E neste amor embarcado
Iluminado festim
Seja o amor abençoado
Ungido ao som de clarins.
Feliz de quem é amado.

Arapiraca(AL) - Brasil

 

 

Amor, apaixonante amor...

Hilda Rosa

Saber você e sentir o ar que você respira...
Poder caminhar desenhando meus passos nos seus.
Devagarzinho me amoldar em seu corpo
e apaixonantemente sorrir com você.
Amor, amor que me faz te olhar
e sempre apaixonada ficar...
Namorados...
Tivemos sonhos,
construídos com todo o carinho,
desenhados...
Foram pincelados com as cores do coração,
com a arte da emoção e na tela da vida
prá sempre ficou.

 

 

 O Velho E A Flor

Vinicius de Moraes

Composição: Vinicius de Moraes / Toquinho / Bacalov

Por céus e mares eu andei
Vi um poeta e vi um rei
Na esperança de saber o que é o amor
Ninguém sabia me dizer
E eu já queria até morrer
Quando um velhinho com uma flor assim falou:

O amor é o carinho
É o espinho que não se vê em cada flor
É a vida quando
Chega sangrando
Aberta em pétalas de amor".

Seja, Seu, O Amor, Enquante Dure,
O Carinho...!!!Te Amo.!!

 

 

O Namorado

Tereza da Praia

Ele veio de entro da noite
Veio da minha saudade
Cresceu da minha carência.
Livrou-me do frio açoite
da indesejável solidão.
Ele que veio da minha fantasia
Da sequidão de estio
Do meu coração...
Ele que renasceu do meu desejo de poesia.
Impregnou meu verso,
Em sua presença imerso...
Ele ! O homem - o namorado -
Que veio do inesperado,
Que foi um presente do acaso.
Ele - o companheiro!
Não um amor qualquer
Nem uma paixão avassaladora
Ele - o namorado -
Que advinha meus desejos de mulher
Que não se importa com meus atrasos
De minhas palavras não faz pouco caso.
Ele, meu porto seguro
Que guarda meus segredos
Conhece os meus medos
Sabe onde despertar meus desejos.
Ele que sabe a hora de partir
Tem palavras certas para me iludir
Sabe o tempo de voltar...
Ele - o namorado -
Que faz eterno nossos momentos.
Ele que veio de dentro da minha solidão
Que me trouxe o amanhecer...
Ele, razão do meu bem querer.

 

 

TODOS OS DIAS, MINHA NAMORADA!

Ógui Lourenço Mauri


Quando o calendário provoca o bulício
A caráter do "Dia dos Namorados",
Da tal data magna dos apaixonados,
Não chego a me tocar por algum indício.

Minha namorada de todos os dias!...
Cotidianamente, tu me dás presente.
Por amor, jamais seria diferente,
Brindo-te com meus carinhos e manias.

Nosso idílio não tem dia especial,
Todos são iguais, marcados pelo amor;
Este, perpetuado no clima do ardor
Pirogênico que une um feliz casal.

"Dia dos Namorados" sói permanente.
Uno, alheio à data comemorativa...
Eis porque alimentamos a expectativa
De um futuro sempre melhor que o presente .

Comemoramos juntos, todos os dias,
"Dia dos Namorados" convencional.
Ele nos é ininterrupto e pactual:
Eu tenho tudo... E tu, tudo que querias!

Catanduva (SP), 10/06/2006

 

 

ENAMORADOS

Mãos que se procuram
Ávidas pelo contato
Olhos que se encontram
E dizem tudo aquilo
Que os lábios
Não conseguem dizer
Bocas que se atraem
como se imantadas fossem
Carinhos sem gestos
E sem palavras...
Delírios só saciados
Nos sonhos,
Nos devaneios,
Nos pequenos anseios...
E nesta alegria secreta
que me invade
Por saber que me queres
Com a mesma intensidade
com que te quero!...

JÔ TAUIL

 

 

SONETO DE CONTRIÇÃO

Eu te amo, Maria, eu te amo tanto
Que o meu peito me dói como em doença
E quanto mais me seja a dor intensa
Mais cresce na minha alma teu encanto.

Como a criança que vagueia o canto
Ante o mistério da amplidão suspensa
Meu coração é um vago de acalanto
Berçando versos de saudade imensa.

Não é maior o coração que a alma
Nem melhor a presença que a saudade
Só te amar é divino, e sentir calma...

E é uma calma tão feita de humildade
Que tão mais te soubesse pertencida
Menos seria eterno em tua vida.

Vinicius de Moraes

 

 

 NAMORADA!

José Geraldo Martinez


Namorada...
Meu amor perpetuado!
Que não foi pra mim um mito,
que soube arrancar de mim
o título!

Namorada!
Que o digam as calçadas,
que nos viam caminhar,
com as mãos entrelaçadas...
Escutaram nossas juras ao luar.

Nossos beijos testemunharam
os jardins,
as pracinhas abandonadas!
Ah! Meu amor...
Namorada!

Os cinemas de um tempo,
onde "E o vento levou"...
Dos carinhos, nossa troca!
Os filmes que marcaram de amor...
Os beijos com sabor de pipoca.

Namorada!
A lua te pintava os olhos,
refletida, parelhos!
O sereno beijava-te intruso,
os teus lábios vermelhos...

Tu eras linda
perdida na madrugada...
Voltar ao tempo, quisera!
Não sabia se era uma estrela do céu,
ou se esta teria caído à terra...

Teu abraço, um misto de tudo!
Carinho, ternura, sentido...
Teu sorriso quisera vê-lo outra vez,
meu porto seguro e preciso!

Que o diga as balas de hortelã,
sete belos com os tais nozinhos,
que recebia de ti com carinho!

Namorada!
Que o digam os parquinhos,
aqueles do interior!
Onde a roda gigante,
girava o jogo do amor.

Ou Jerry Adriani num alto-falante,
num circo qualquer itinerante...
Que o digam as estrelas passantes!

Namorada...
Os bailes de um tempo!
Que nos fizeram apaixonados,
que o diga Ray Conniff nos anos
sessenta...

Minha companheira e menina,
minha musa e amada...
Que ilustrou meus sonhos todos,
meus dias risonhos da juventude...

Namorada!
Que o diga o vento!
Que sabia dos nossos segredos!
Fazendo, pelas ruas, caracóis,
pelas copas floridas dos arvoredos.

Namorada, meu amor perpetuado
no coração e alma...
Meu eterno agradecimento!
Pelo título que tu ganhaste de mim...

Dou-te, que pena, quimera,
uma flor: açucena!
Além de uma lembrança amena,
que de nosso momento
eterno de um tempo,
fizera!

14/5/2004

www.josegeraldomartinez.hpg.ig.com.br/
jg_martinez@terra.com.br
direitos reservados: sicam/socimpro

 

 

Eu amo você

Eliana Ellinger


Eu amo você... Ah! como eu amo você !
Você é o raio de sol que brilha na vidraça,
a brisa fresca que em meu rosto passa,
a noite estrelada e a lua tão calma,
a me envolver e iluminar minh'alma...
Ah! Como eu amo você !
Manhã de estio, tepidez amena,
desejo intenso, mas ternura plena,
a cavalgar meu corpo em louca viagem,
num amor tão grande e tão selvagem...
Amo você... Só você...
minha boca em sua boca, doce mel,
me seduzem, me conduzem lá pro céu...
Amo você meu querido, pode crer !
Na distância desses mares,
em meus tão sonhados lugares,
viveremos nosso amor ardente,
serei sua...somente sua novamente !

 

 

NAMORADOS

Hamilton Brito


A alma é um cenário, disse um poeta
A minha , abrigou inúmeras peças.
Nela , desenrolou-se drama e humor
Alternou-se à lagrima, muito riso
Até que um dia a cortina ... fechou.
Deixei aquelas lides nos palcos,
abandonei a minha vida de ator.
... Encontrei na poesia o bem maior,
um bem que hoje me consome,
... estou amando como ninguém amou.
Carma, fatalismo ou sorte, não sei o que é
mas agradeço a Deus, seja o que seja,
pois é tudo o que um homem almeja:
ser amado por alguém como você.
Será mesmo o conto de fadas, insensato?
É possível qu’eu não viva um mundo real?
Não me importa que eu viva em devaneio,
se no instante em que me sinta cansado
possa descansar apoiado em seu seio.
No seu corpo tenro, meu desejo saciar.
Mas dê a esse desejo toda a amplitude
pois ele é todo eivado de virtudes.
Não se resume ao contexto carnal.
Assim prometo, com sinceridade
vou amar você além da eternidade,
além do tempo que nunca termina.
amá-la-ei por toda minha vida
e muito além da morte... que sorte!

 

 

Soneto do Amor como um Rio

Este infinito amor de um ano faz
Que é maior que o tempo e do que tudo
Este amor que é real, e que, contudo
Eu já não cria que existisse mais.

Este amor que surgiu insuspeitado
E que dentro do drama fez-se em paz
Este amor que é o túmulo onde jaz
Meu corpo para sempre sepultado.

Este amor meu é como um rio; um rio
Noturno, interminável e tardio
A deslizar macio pelo ermo

E que em seu curso sideral me leva
Iluminado de paixão na treva
Para o espaço sem fim de um mar sem termo.

Vinicius de Moraes

 

 

Dia dos Namorados

Hilda Persiani


A idade envelhece os nossos lábios,
O nosso sorriso marca lentamente,
As lições da vida nos tornam mais sábios,
Não vivemos de recordações somente.
Uma data tem um sentido diferente,
É impossível recordá-la sem devaneios,
Ela mexe com o coração de toda gente
E reavivam do passado nossos anseios:
É o Dia dos Namorados que está chegando,
É prazeroso dar um mimo ao seu amado.
Com carinho, cada qual está pensando...
Por mais modestos que sejam os presentes,
Importante é o amor com que será ofertado
E ambos os corações exultarão contentes!...

04/06/2011

 

 

"MEU DOCE E ETERNO NAMORADO"

Nara Pamplona


Manhãs e noites desenrolam-se na espiral do tempo
E as lembranças persistem fortes como rochas
Rodopiando em minha mente saudosa e não a destempo
Como chamas ardendo em flamejante tocha...

Passado e presente confundem-se em minha tela mental
Focando imagens do que foi , é, e continuará sendo
De um sentimento vivenciado como se fora transcendental
Momentos que abrilhantavam nosso amor sempre crescendo...

Renovam-se os as manhãs e o despertar com arte amorosa
Pontificado com cumplicidade, parceria, companheirismo
E as noites tecidas em candente fogo de paixão ardorosa
Ávida,exigente, queimando os corpos sem trégua,com exclusivismo...

E seu rosto surge emoldurado por cãs brancas
Um sorriso aberto enfeitando sua forte e bela face
Seus delineados lábios sussurrando de forma branda
Fui, sou, e serei sempre, seu eterno namorado!

Rio de janeiro, 07 de junho de 2011

 

 

Amar-te!

Amar-te!
Completamente sem vaidades
Foi o que na realidade
Prometi fazer de verdade.
E hoje, embora reconheça o tempo já ter passado,
Confesso ser o mesmo menino apaixonado,
Idêntico como naquele dia,
Que risonho devido a alegria,
Selamos os nossos lábios marcados
Com esse amor que aqui narro,
Iniciado naquele parque superlotado
Num dia magicamente ensolarado,
Onde entrelaçado, esperamos ver o luar
Com toda beleza das estrelas,
Espelhando assim a grandeza
Desse Ser que nos fez também por nos amar.
Por que sinceramente,
O meu amor é você!
Por isso, ama-te por querer
E para sempre assim viver...
Pois o amor é lindo!
E precisamos aproveitar
A paixão que tudo dá,
Quando compreendida e cultivada,
Nesse universo cujas estradas,
Entregam-se por nele confiar.


Obrigado pela oportunidade.
Muita paz, luz, amor e poesia.
Shalom,
Silvio Parise

 

 

Se O Amor Pudesse

Se o amor pudesse de repente compreender
Toda loucura que um amor pode conter
Se ele pudesse, num momento de razão
Saber ao menos quanto dói uma paixão
Quem sabe o amor, ao descobrir a dor de amar
Partisse embora para nunca mais voltar
Mas me parece que uma prece ia nascer
Na voz daqueles que o amor mais fez sofrer
A lhe dizer que vale mais morrer de dor
Do que viver num paraíso sem amor

Vinícius de Moraes

 

 

A VOCÊ, NAMORADO

Mercilia Rodrigues

Que me busca nas rugas de um rosto,
Que se lembra de meus beijos, o gosto
A você que me acolhe no tempo,
Que enxerga em mim sentimento,
Que ama a mim além do que sou,
Nos pedaços que o tempo bordou,
Descobriste meu coração de vaidades...
A você que me enxerga com as lentes
Da bondade e ternura existentes,
Capaz de moldar-me em escultura,
De sentimentos vestir minha figura,
Colocar todo o brilho que possa
Em meus olhos a fim de que vejam
Na transparência dos anos que sejam
A mulher que se fez por você!

mercilia.rodrigues@terra.com.br

 

 


Namorada, Meu amor

Lúcio Reis

Nesta data, dia dos namorados
Receba este presente surpresa
Envolto em papeis dourados
E lhe antecipo, não é da perfumaria francesa
Para lhe ofertar um mimo como lembrança
Neste dia dos namorados, fui além e com esperança
De encontrar aquilo com o que minha alma quer lhe agradar
Por isso não fui aqui na terra que o fui buscar
Viajei para distante na nave da imaginação
E bem longe daqui encontrei uma linda constelação
Com ela conversei e falei-lhe de seu meigo ser
Falando-lhe que ali fui em busca de algo divinal para você
Aquelas estrelas reunidas e cheias de dúvidas e exclamações
Pediam-me que falasse de você, em muitas indagações:
E de meu coração ouviram frases cheias de emoções
Que você é minha namorada e do meu viver todas as razões
Foi quando elas conseguiram compreender minhas ações
Trouxeram-se jóias raras com brilhos estelares
Um certificado de união entre mim e você e de duração seculares
E um filme que mostra só felicidades, ao respirarmos os mesmos ares
E simbolizando a realidade de nosso amor
Pediram-me que fosse à você, de uma tiara o portador
Com luminosidade e intensidade solar
Para nossa união para sempre a estrada orientar.

Belém do Pará

10/06/11

 

 

Ah, meu namorado!

Vanderli Granatto

Meu coração enamorado,
bate descompassado,
sentindo algo nunca imaginado.
Insana sede de amor,
diante de meu namorado.
Desejos aflorados,
distanciando qualquer temor .
Fabulosas fantasias são explanadas,
numa alegria estimulante, contagiante.
Corações unidos, apaixonados.
Esquecemos a razão por instantes.
Perdidos ficamos,
no redemoinho de emoções,
que nos toma e conduz.
Curiosa artimanha do destino,
a dispor, as rédeas da paixão,
estimulando desejos no ensejo,
como se fosse a ultima luz.
Liberdade surge...
O agora urge...

31/05/2010
Botucatu/SP

 

 

Se o Amor Quiser Voltar

Se o amor quiser voltar
Que terei pra lhe contar
A tristeza das noites perdidas
Do tempo vivido em silêncio
Qualquer olhar lhe vai dizer
Que o adeus me faz morrer
E eu morri tantas vezes na vida
Mas se ele insistir
Mas se ele voltar
Aqui estou sempre a esperar...

Vinicius de Moraes

 

 

Meu Amor...Onde estás?

Theca Angel


Preciso de um drink meu amigo
Há dor em meu coração
Venha, beba só esta vez comigo
Deixe que afogue minha ilusão!

Preciso esquecer, não mais pensar
Desacreditar no amor, forçar-me
a partir... Amigo me ajude a deixar
até mesmo seus retratos para trás!

A noite é longa e os pensamentos
Arvoram-se em senhores de mim...
Não quero qualquer sentimento.
Esta luta se fez perpétua, sem fim...

Mais uma data chega e se vai
São elas,únicas, não voltam mais...
Meu amado, onde estará ele, amigo?
Me ajude a esquecer. Beba comigo!

É sofrer demais recordar...
Que éramos tão felizes e depois
envoltos por insignificantes tolices
Nos separamos sem mais pensar!

Dia dos Namorados, como enfrentar
e finalmente deixa-lo passar
pela lembrança? Não posso mais...
Amigo, beba comigo, sofro demais!

 

 

SE EU FOSSE TUA NAMORADA!

Celina Miranda


De tudo eu teria!
Agora
Neste exato momento
Seria fingimento ou um pedido real?
Como eu saberei?
Não sei
O que será que seria?
Estamos num vídeo
No virtual
E tudo é lacônico
Breve
E nas entre linhas...

Que pena!
Sou tão romântica
Sou amante do cheiro e do tato
Não vivo mais neste espaço
De fato
Eu sou do ontem
Do olho no olho
Dos beijos
Dos abraços
Se amor eu não fosse
E a mim não fosse o bastante...
Será que eu seria?

Ai!
Quem sabe
Qualquer outra
Eu gostaria
Sabia?

Aí!
Se fosse a tua namorada

Aí!
Se eu fosse
Não apenas seria
A tua doce namoradinha...
Sei!
Certamente não seria

Ai!
Se eu fosse a tua namorada

Ai!
Se eu fosse
Seria a tua bonequinha de luxo
Só isso?

Não me bastaria!
Pois o meu sonho é comum
É amar em demasia
E ser apenas amada
Com lealdade e fidalguia
É tudo o que quero
E já tenho...

Só isso!
De tão pequeno
Torna-se vulgar
Ter aquilo que sonho
E tudo que esperei e tenho
Aquilo que sonhei e queria
Ser fêmea e menina
Uma perfeita mulher
Enfim...

Feliz!
Serei teu sonho
Como diz:
Não posso
Não devo
E nem quis

Ai!
Se eu fosse a tua namorada...

Ai!
Se eu fosse sozinha
Não seria tua mulher
Seria tua deusa
Certamente a tua Musa e Rainha

Ai!
Se eu apenas fosse
Mas...

Já sou amada!
E é por amor que eu estou feliz
Sinto
Não serei tua
Feliz
Amante e apaixonada
Tenho alguém
Sou adorada...

É um bem que me completa!
Amando-me como ninguém

Ai!
Se eu fosse a tua namorada
Estaria perdida...

06/07/02.

 

 

Enamorados

Graça Ribeiro


Depois de tantas noites enluaradas
Sinto como se fosse o primeiro dia
quando ainda sem saber como seria
senti que poderia ser muito amada

Confesso o medo que tive na hora
e tranquei a razão do lado de fora
mandei a antiga solidão ir embora
escutei minha emoção dizer: é agora

Depois de vinte e cinco anos passados
continuamos seguindo de mãos dadas
com a alma completamente enamorada

Valeu a pena deixar o meu medo de lado
acreditar que o benquerer nos é reservado
que o tempo de amar nunca chega atrasado

 

 

Eu Sei Que Vou Te Amar

Eu sei que vou te amar
Por toda a minha vida eu vou te amar
Em cada despedida eu vou te amar
Desesperadamente, eu sei que vou te amar
E cada verso meu será
Prá te dizer que eu sei que vou te amar
Por toda minha vida
Eu sei que vou chorar
A cada ausência tua eu vou chorar
Mas cada volta tua há de apagar
O que esta ausência tua me causou
Eu sei que vou sofrer a eterna desventura de viver
A espera de viver ao lado teu
Por toda a minha vida

Vinicius de Moraes

 

 

Homem e Mulher

Ilka Bosse


No castelo dourado
ornatos aos pés do pedestal
deposito...
Visto-me de encanto e magia
Adiciono um pouco de poesia
e falo-te do meu amor...
Visto-me de luz e brilho
para cintilar aos olhos teus

Ao som de flautins contorço-me
A nostalgia cochila forte...
Ergo meus olhos à torre mais alta
procurando um lugar

merecedor de ser nosso ninho
Sonho ser tua parceira
nas horas mais incertas...
Surpreendendo-te no sonhar
cercado de querubins...
Mesmo que tonteias neste ÉDEN
ou livre pelos jardins...
Serei eu tua EVA
que roubou teu coração
e Tu serias meu ADÃO
Sem vestes sequer
seríamos apenas...
Homem e Mulher

Ilka Bosse
Bailarina das Letras
Blumenau - SC - Brasil
07/07/2009 - 14:50hs.

 

 

Meu namorado meu amor

Maria Regina Adriano


Ele sabe que o amor é uma constante da vida
Nos instantes é expressão absoluta do divino
É doce encanto da coisa concreta e definida
Desenha-me até o momento da certa partida


Pulsa meu coração descompasso-me sem razão
Atento sempre em muitos sobressaltos serenos
Constrói imagens e sonhos nos sonhos de amar
Em suaves carícias caminhamos com a paixão


Meu namorado estou de ti eternamente enamorada
Adorado ser amado contigo quero estar entrelaçada
Mais que perfeito co'almas em vôo pleno desmaiando


Amor mais que perfeito terno dedicado encantado
De amores quero em tu'alma viver sonhar e dormir
Entre multicores flores caminhar e morrer delirando

 

 

Meu Namorado, Meu Amor!

Dioni Fernandes Virtuoso


Vem...
Cubra-me com teus beijos,
sacia todos os meus desejos,
faz meus sonhos reviver...

Vem...
Aconchega-te em meus braços,
que farei como grandes laços
em volta do teu lindo ser...

Vem...
Seja meu homem, meu amado,
meu eterno namorado,
meu amor...Meu viver...

www.sergrasan.com/dionivirtuoso

Florianópolis/SC/Brasil
11/06/2011

 

 

DIA DOS NAMORADOS

Odir, de passagem


No dia consagrado aos namorados,
tu não estás aqui nem eu contigo.
Será de meu destino algum castigo
ou serei eu pagando os meus pecados?

O tempo que nos fez distanciados,
apesar dos pesares, eu bendigo
tão somente em razão do tempo antigo,
que nos pôs, para sempre, apaixonados!

Se fosse o meu querer, queria, agora,
quais pássaros há pouco libertados,
sair contigo pela vida afora!

E cuidando de ti com mais cuidados,
um de nós dois jamais iria embora,
presos estando pelos braços dados!

JPessoa,
11.06.2011

Odir, de passagem

 

 

Minha Namorada

Se você quer ser minha namorada
Ai, que linda namorada
Você poderia ser
Se quiser ser somente minha
Exactamente essa coisinha
Essa coisa toda minha
Que ninguém mais pode ser
Você tem que me fazer um juramento
De só ter um pensamento
Ser só minha até morrer
E também de não perder esse jeitinho
De falar devagarzinho
Essas histórias de você
E de repente me fazer muito carinho
E chorar bem de mansinho
Sem ninguém saber porquê
E se mais do que minha namorada
Você quer ser minha amada
Minha amada, mas amada pra valer
Aquela amada pelo amor predestinada
Sem a qual a vida é nada
Sem a qual se quer morrer
Você tem que vir comigo
Em meu caminho
E talvez o meu caminho
Seja triste pra você
Os seus olhos têm que ser só dos meus olhos
E os seus braços o meu ninho
No silêncio de depois
E você tem que ser a estrela derradeira
Minha amiga e companheira
No infinito de nós dois.

Vinícius de Moraes

 

 

Vinicius de Moraes

"São demais os perigos desta vida
Pra quem tem paixão principalmente
Quando uma lua chega de repente
E se deixa no céu, como esquecida
E se ao luar que atua desvairado
Vem se unir uma música qualquer
Aí então é preciso ter cuidado
Porque deve andar perto uma mulher..."

 

 

Tempos de outrora

António Barroso (Tiago)

Eu guardo tão feliz recordação
Do tempo em que nós fomos namorados,
Não mais sairam do meu coração.

Andávamos os dois, de mão na mão,
E até os nossos beijos eram dados
Quando nos encobria a escuridão.

A vida, como um mar, nos separou,
E aquele amor foi elo que quebrou
Nas águas abismais da tempestade.

Barco que, assim, sossobra, que naufraga,
Mesmo que ande à deriva, não apaga
Amor que foi de outrora, uma saudade.

Parede – Portugal (25/10/2013)

 

 

Clique aqui e saiba mais sobre o autor:

 



 

 

 

 

VOLTAR