Notas sobre mim:

Tereza da Praia é a música de Billy Blanc em parceria com Tom Jobim, composta em 1954.
Dois anos após, eu nascia, no dia 26 de maio. Quando Nasci, Tereza da Praia já existia, cantada por Lucio Alves e Dick Farney.
Adotei este pseudônimo porque acho que a Tereza da Música tem muito a ver comigo.
A coisa libertária de não ser de ninguém. Pertencer a si mesmo.
De coração, nasci na Bahia de todos os Santos, na chapada diamantina. Mudei-me para Brasília na minha primeira infância. Posso dizer que sou brasiliense. Em Brasília cresci, estudei, tive minha filha, exerci o cargo e encargo de Procuradora do Distrito Federal.
Hoje estou aposentada, exercendo a advocacia liberal.
Muitas vezes me deixei cortar para surgir renovada. Sou um tanto Introspectiva. Às vezes gosto de desaparecer, mergulhar no silêncio. Não tenho medo da solidão. A mim me agrada mergulhar no desconhecido de mim mesma. Sou uma geminiana cheia de contradições. Sou tímida, mas não sou acanhada. Adoro o exercício do contraditório.
Estou preparando um livro para ser lançado ainda este ano – “Divagações de Uma alma indecente”. Gosto de música e de cantar; gosto de dançar, ler e escrever. Gosto de ver filme fora de cartaz.

Desde já, agradeço o teu carinho e confiança. Sinto-me honrada e contente.
Abraço fraterno
Tereza da Praia.

 

 

 

História de "Amazing Grace" ou Maravilhosa Graça

Yerushalaim Shel Zahav, uma homenagem a Israel
   
   

 

 

 

Imagem jpg
Tube: Cibi
Wav: Tereza da Praia - Dick Farney

 

 

 

Voltar