PROCURA - LULICOUTINHO & LINA ROCHA & CARMEN ORTIZ CRISTAL
& ADELIA MATEUS & MARICI BROSS & FRANCISCO COIMBRA & MIFORI
& CIDUCHA & LUIZ POETA & NAIDATERRA & EDVALDO ROSA.

Agradeço com muito carinho a participação dos poetas acima que me presentearam com seus lindos poemas!
Um carinho da Lina Rocha que acabou virando uma Cirandinha!

Carinhos... Luli

 

 

Procura
LuliCoutinho


É em nossa mistura
Que dentro de mim,
Grande é a procura
Do teu amor em mim.

Procurei-te em vão...
Por ai, perdi meu chão!
E em busca da lua,
Não a encontrei nua.

E foi quando o céu
Esvaiu-se em véus
Sem enxergar as estrelas
Vaguei ao léu...

Senti-me só
A alma em pó
Procurei-te em nós,
Encontrei-o em... “Nós”

Na poesia certa
Das horas incertas
Que preenche meu chão
E alimenta minha ilusão

São Paulo - SP





Procura-se
Lina Rocha


De tanto seguir teus passos
encontrei meus próprios rastros
De tanto seguir tuas trilhas
distanciei de ti por milhas
De tanto te buscar no escuro
passei a tatear meu futuro
De tanto decifrar tua razão
descobri mistérios no meu coração
Palavras e gestos...
escolhidos para ti...
Indicaram o caminho para mim
Transmutei, rebelei e transgredi...
Acomodei, adaptei e me rendi!
Neste percurso tortuoso
imaginei ao atingir o fim
que tu estarias lá...
De braços abertos enfim
Mero engano...
Não havia ninguém afinal
Além de mim...
Constatei admirada ...
Nem queria que estives ali...
Nessa busca alucinada
Foi a mim que descobri...



À PROCURA DE UM AMOR...
Carmen Ortiz Cristal


Foi andando por caminhos solitários,
Que inocente esbarrei na ilusão!...
Nas contas ternas de um relicário,
Eu, criança, desfolhei o coração...


Sonhara que entre alamedas de flores,
Por amor, eu iria te encontrar!...
Sem imaginar em quantas dores
Minh’alma infante iria mergulhar...


Foi viver uma busca, penosa e triste!...
E, por mais que tentasse, não te encontraria...
O tempo passou, envelheci, calei a alegria...


Por fim, cansada, os passos me faltaram!...
A oração em meus lábios emudeceu...
Perdida de mim, hoje, não sou mais eu...


"GOTAS DE CRISTAL"
http://www.CarmenOrtizCristal.net
Belo Horizonte-MG-01:30 hs do dia 23/07/2007




PROCURAR...
Adelia Mateus


Nesta estrada sem fim
Caminho pensativa
Tentando esquecer
Os tropeços da vida...


Esta procura infinita
Invade meu Ser...
Sem saber onde encontrar,
Os sonhos perdidos...


Procuro no brilho das estrelas
A luz que iluminará
Este coração solitário...
Procuro...VOCÊ!

RJ- 24/07/2007




Procura
(Marici Bross)

Querido, olhe bem dentro de meus olhos
Veja quanto amor, contem
Olhe com vagar
Veja como te adoram

Repare mais longamente em meus braços
Veja, como se abrem para você
O procuram, são feitos, só, pra te abraçar

Olhe, meus lábios
Escute o murmurar
Contemple-os e verás
Que foram feitos pra te beijar

E meus cabelos, então
Pedem teus carinhos
E deslizam ao teu contato

Minhas mãos procuram, as tuas
Meu corpo, o teu
Todo meu ser, clama
Por um carinho, teu

Venha querido, venha
Só você pode minha alma
Acalmar
Venha, amor, te espero!

Marici Bross
www.maricibross.com

 



Procura
Encontro
LuliCoutinho
Francisco Coimbra


É em nossa mistura
Onde se tocam letras
Que dentro de mim,
Trocamos as palavras
Grande é a procura
Dando-as encontradas
Do teu amor em mim.

Procurei-te em vão
A escrita é nosso solo
Por aí, perdi meu chão!
Sementes semeamos
E em busca da lua,
Procurando o Sol
Não a encontrei nua.

E foi quando o céu
Caindo em chuva
Esvaiu-se em véus
As ideias tombam
Sem enxergar as estrelas
Mas se libertam...
Vaguei ao léu...

Senti-me só
Caindo com elas
A alma em pó
Num pensamento
Procurei-te em nós,
Vivi este momento
Encontrei-o em... "Nós"


Na poesia certa
Fazendo o poema
Das horas incertas
Cheio pela poesia
Que preenche meu chão
Dado ao encontro
E alimenta minha ilusão
 

 



ENCONTRO
Francisco Coimbra

Onde se tocam letras
Trocamos as palavras
Dando-as encontradas

A escrita é nosso solo
Sementes semeamos
Procurando o Sol

Caindo em chuva
As ideias tombam
Mas se libertam...

Caindo com elas
Num pensamento
Vivi este momento

Fazendo a poesia
Cheio pelo poema
Dado ao encontro


Ponta Delgada
Açores - Portugal





A PROCURA DO AMOR
Mifori

Olho o céu e sempre te procuro,
Entre estrelas passo a navegar,
Olho o mar e fico a meditar...
"Será possível te encontrar?"

Não sei quem és e se virás,
Mas, ilusão é doce esperança!
Que traz sonhos e lembranças...
No íntimo... Sei que tu virás.

Vem amor! Grande é a saudade!
Matas a minha imensa ansiedade.
Sem ti, amor, não posso viver.

Não sei porém se é só saudade,
Sinto também que é a felicidade,
Que te encontrará de verdade!

Pensamento: " A esperança produz sonhos e eleva o pensamento, transformando-os em realidade" (Mifori)
Do Livro VIVENCIANDO VALORES - Vol II




PROCURA-SE
Ciducha

Procuro,
Numa busca inconseqüente
desse amor platônico,
desse carinho sem paixão.

Procuro,
Mas poupa-me
desse imenso vazio,
desse ambiente de solidão.

Procuro,
Mas poupa-me
desse beijo antigo,
apenas tolerante,
e dessas palavras tão frias
que só fazem
inibir minha emoção.
Santos,24/07/2007

 



PROCURO O TEU OLHAR QUE ME PROCURA
Luiz Poeta
- Luiz Gilberto de Barros -
À 24 hs e 4 min do dia 25 de julho de 2007 do Rio de Janeiro.
Especialmente para a Ciranda Procura.

Procuro o meu olhar no teu... que vejo ?
Um brilho sedutor que me provoca;
Misturo o meu sonhar com teu desejo,
Teu beijo é teu desejo que me toca.

Teus olhos são abismos de ternura,
Que atraem meu olhar...são precipícios
Que minha solidão sempre procura,
No instante em que as paixões se tornam vícios...

Sou barco... teu olhar é correnteza,
O choque é iminente, a natureza
Do amor tem seus caprichos... a razão

Se perde quando não tem mais domínio,
Sobre a paixão, que exerce o seu fascínio
Sobre o próprio fascínio da emoção.




ONDE ESTÁS AGORA...
Naidaterra

Onde estás agora...
Estranhamente como chegou,
partiu deixando-me na dor.
Grito teu nome na esperança certa
de que vai me ouvir e assim voltar...
Quero desvairadamente beijar teus
lábios e matar meu desejo...
Me aquecer no teu calor e
abrandar o sofrer da minha alma...
Onde estás agora...
Vem que quero estar contigo, te mostrar
as marcas que crivou com os seus olhos
meu corpo sedento de amor...
Volta para meus braços que sempre
foi teu refúgio e os teus meu porto seguro.
Onde estás agora...
Vem sentir como ainda te quero...
Só você pode me tirar deste inverno que
tua ausência deixou...
Meu grande amor onde estás agora...
Meu coração que chora,
quer a ternura do seu amor...
Por tudo e pelo meu viver...
Onde estás agora...

São Paulo - SP

 




PROCURA...
Edvaldo Rosa

Em teus caminhos, passo a passo,
vou desvendando segredos e mistérios,
antes ocultos, codificados...
É contigo, só contigo, que ando seguindo
na procura de ser feliz...
Contigo consigo sorrir,
contigo amar aprendi!
Contigo pude suportar a dor,
entendi a naturalidade de chorar...
Percebi a benção que é sonhar,
e que sonhar não é se abstrair! Se perder!
È contigo que a procura de viver
levou-me para bem dentro de mim...
Percebi meus sentimentos,
meus pensamentos nunca mais temi!
Aprendi o valor do abraço,
qual laço lançado a ti....
Degustei o sabor dos beijos,
nos desejos mais loucos mergulhei,
deles novo ressurgi!
É contigo, só contigo, nesta incessante procura,
que encontrei a cura para os males da solidão
que assolavam minha alma
e tornavam soturno meu coração!


Edvaldo Rosa
WWW.SACPAIXAO.NET
26/07/2007