Além da Poesia
Elisa Santos




Inexisto! Como na triste canção estou só,
Nesse chamamento mágico sem reencontros
Além de mim, na linha de chegada: só versos...
Em meu corpo... a falta do teu, faz-se fremente.


Clamo pela realidade transmutada do sonho!
Por Vida, que se efetive! Versátil e original,
enraizada no poder do amor crescendo frondosa...
Na canção, na poesia e no olho no olho, essencial!




Publicado no Recanto das Letras em 06/11/2005
Código do texto: T67859


Formatado com carinho...
Adilia/2007

 

 

Voltar