Delírios

elisasantos



Insólitos hábitos
nas sombras permeiam
Infindas orgias...
Sopros... que se apagam...
Nas penumbras
Alojam-se astros convulsos
nos porões, em eclipse...
Identidade em crise
Múltiplas linguagens
Confusas, fugazes...
Perpassam confirmando
Eternos enigmas
No meu dia-a- dia
Efetivo burlar...
Eterno vazio...
Apaixono-me , sofro...
Mas não corro riscos.



elisasantos
Publicado no Recanto das Letras em 14/10/2005

 
 
 
arte e formatação-denise moura