Eras...

elisasantos

Lilás que na tela vazia dos meus dias... 
bordava fantasias e nutria o som 
de verdes sinfonias no campo arado. 

Sementeira das melhores quartas-feiras, 
soprando as cinzas que já não 
cabiam em meu corpo por inteiro. 

Ventando moinhos na madrugada 
de um tempo que não tem pressa, 
és a promessa que regressa. 

Alvorecer de um dia em que a magia 
veste-se de fantasia e faz-se real,

tempo  que não é meu e nem teu...

 

é carnaval

 

 

 

elisasantos
Publicado no Recanto das Letras em 29/04/2007
Código do texto: T468525

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Créditos

 

Tubes

Luz Cristina

Narah

 

 Arte

Auber Fioravante Júnior

 

Poesia 

Elisa Santos

 

Musica

Phil Collins

 

 

VOLTAR