Saudade
Elisa Santos
 
 
Envolto em sedas delicadas
dentre os jasmins e os colibris,
em manhãs sempre ensolaradas...
na rede, descansa sossegado o amor de hoje.
 
É tocata solfejada com flautas;
usando luvas de cetim
tem medo de machucar,
dizendo olhar só pra mim...
 
Insisto numa saudade!
Fixo meus olhos no passado,
quando jovens e apressados
Motivo e amor, ele e eu éramos cativos

Entregávamos-nos para a paixão
Sem padrões de certo e de errado,
espontâneos nos mostrávamos.
Era um amor tão verdadeiro.
 
Quando ao rolar pela areia,
jovens, éramos como teias
tecendo um orgasmo sem prazo...
Oh! Ampulheta provisória, a juventude faz à hora.
 
Ainda não traz na memória,
que tamanha história
Faz em mim esta saudade...
Houve um começo, veio o meio e vi o fim!
 

 
 
Publicado no Recanto das Letras em 08/06/2007
Código do texto: T518123
 
 
 
 
 
 
Tutorial de Sissi Designer
Tubes Natascha, PSP Devil
Paisagem retirada em fotosdahora.com
Arte e Formatação Angela Conde
Música: Kenny G - Forever In Love