Brotando as Flores do Amor
LuliCoutinho

Deu-se à luz às flores
Formou-se o arco-íris no ar
A natureza versa poesia a cores
Inspirada em nuances ao amar.

O seu amar é tão intenso
E em gozos de purificação
Que deste amor brotam flores
Em delírios tonalizados de emoção.

Nascem os filhos da natureza bela!

Ao brotarem, as flores cantam,
Tal os versos de um trovador
Dizem sons que nos encantam
Incitam-nos a devaneios de amor.

Nos encantos das primeiras veras
Deus ensina a estação do amor
Onde plantamos a semente da espera
A receber amor em flores, na Primavera.

23/09/07

 

 

Brotando as Flores do Amor
LuliCoutinho
Raízes bebendo poesia
Francisco Coimbra

Deu-se à luz, às flores,
No seio da natureza respiro fundo
Formou-se o arco-íris no ar
descobrindo as cores e o amor
A natureza versa poesia a cores
na Primavera que nela impera
Inspirada em nuances ao amar.



O seu amar é tão intenso
Transporta-nos nu gozo
E em gozos de purificação
Acrescenta à vida os voos
Que deste amor brotam flores
Com imaginação e seu przer
Em delírios tonalizados de emoção.



Nascem os filhos da natureza bela!
Os seres vivos da bio-diversidade!



Ao brotarem, as flores cantam,
Apontando aos céus crescem
Tal os versos de um trovador
Fazendo acordes em melodias
Dizem sons que nos encantam
Transportando-nos em fantasia
Incitam-nos a devaneios de amor.



Nos encantos das primeiras veras
Verdadeiras composições de vida
Deus ensina a estação do amor
Cada planta alimenta e dá semente
Onde plantamos a semente da espera
Crescendo e reproduzindo elas vivem
A receber amor em flores, na Primavera.


De alimento à vida são todo o sustendo!
(Vivendo o Dia da árvore: a Primavera!!)

23/09/07-23/09/07

CriArt AnnaPaes

 

Voltar