canto de olhos abertos
*minha poesia**
FranciscoCoimbra
 

quero sentir o que sei
que não sei o que sinto
quando penso em ti
 
deixar sair-me eu assim
dizendo-o ao escrever
doa a ninguém meu doer
 
e nós, eu e tu, um só nó
entenderei como um cego
este viver a ver como vi
 
cada palavra a vir tombar
caindo erguida pela fala
crescendo silenciosa
 
não mais acrescento
nestes versos vai prosa
nascendo deles és rosa!*
 
**tem teu nome?
 
 
Ponta Delgada
Açores/PORTUGAL
 
 
 
 
 
 
 
 
Créditos:
Tube Mulher: Bibiche
Tube Homem: Dania
Misted: Dieter & Marion
Wav: Great Romantic Orchestras - The Music of the Night
Arte e Criação: JoiceGuimarães