Inspiração a um Poema
As Águas que Correm
 
 

Luli Coutinho
Francisco Coimbra
 
 
Inspirou-me teu poema!
COMO ÁGUAS QUE CORREM
Sentindo no amor o apelo
PROCURANDO AMAR O MAR?
Tirou-me do chão em desvelo
SENTIR AÍ O BELO APELO
Mudou o sentido, hoje tema.
DESTA SENSAÇÃO NO PELO!
 
 
Da tua tarde em flor...
FAZER PALAVRAS COM CALOR
Criei a expectativa do amor
SENTIR O CORAÇÃO A BATER
Segui a estrada, o desejo!
BEIJAR POR DENTRO PRAZER
E nela encontrei o beijo.
ADIVINHAR TUDO NU AMOR!
 
 
Na profundidade do amplexo,
MERGULHAR PENA POÉTICA
Provei da fruta a doçura...
MOLHANDO-A NA POESIA...
Ficou o perfume, a mancha escura,
ATÉ ESCREVER ESTE POEMA
Que perpetuou em inegável sabor.
ONDE TRATAMOS SEU TEMA!
 
 
Na tua tarde em flor...
FAZER PALAVRAS COM AMOR
Traguei-o em meu seio de afeto
ATÉ EU OBTER O TEU RUBOR
Onde podes desabafar o peito
ENQUANTO ASPIRO MARESIA
Sentir a emoção da vida...
PENETRANDO NA FANTASIA!...
No suave choro do amor.
 
 
31/01/06 – LuliCoutinho
26/02/06 - FRANCISCO  COIMBRA
 
Mid: Canção do Mar- Amália Rodrigues
 
 

Voltar
 
arte e formatação- denise moura