Lúdica Aquarela
LuliCoutinho
 

Enlaço a criança que um dia me foi
Uma quimera de amor que brotou
A flor que ao meu coração pousou
 
 
De tão bela, trazia no rosto o marfim
E eu a observei de uma forma lírica
E a decifrei como poesia única!
 
 
Contemplo em memória a menina
Que vi crescer e assim desabrochou
Um sonho vivo que me presenteou
 
 
Tanto guardo em tela à minha alma
No desenho lúdico o rostinho dela
Num anjo dourado suave aquarela
 
 
Poesia dedicada a minha filha Mariana.
10/11/09
São Paulo - SP
 
 
 
 
Lúdica Aquarela/Em tons de Rosa…
LuliCoutinho/ FranciscoCoimbra
 
 
 
Enlaço a criança que um dia me foi
Do sangue e alma no meu corpo
Uma quimera de amor que brotou
Dando forma a um amor vivido
A flor que ao meu coração pousou
Sem nunca nele sofrer olvido
 
 
 
De tão bela trazia no rosto o marfim
Até na cor da pele ela era macia
E eu a observei de uma forma lírica
Toda uma seduzida ternura
E a decifrei como poesia única!
Momento poesia pura
 
 
 
 Contemplo em memória a menina
Broto acalentado minha alma
Que vi crescer e assim desabrochou
Ser para dar e reter ternura
Um sonho vivo que me presenteou
Onde ela ainda hoje dura
 
 
 
Tanto guardo em tela à minha alma
Preenchendo sua forma vivo
No desenho lúdico o rostinho dela
Poesia minha que cultivo
Num anjo dourado suave aguarela
Em tons de Rosa… 
 
Poesia dedicada a minha filha Mariana.
10/11/09
São Paulo – SP
16/11/09
Ponta Delgada – Açores
PORTUGAL
 
 
 
 
Em tons de Rosa…
FranciscoCoimbra
 
 
Do sangue e alma no meu corpo
Dando forma a um amor vivido
Sem nunca nele sofrer olvido
 
 
Até na cor da pele ela era macia
Toda uma seduzida ternura
Momento poesia pura
 
 
Broto acalentado minha alma
Ser para dar e reter ternura
Onde ela ainda hoje dura
 
 
Preenchendo sua forma vivo
Poesia minha que cultivo
Em tons de Rosa… 
 

16/11/09
Ponta Delgada – Açores
PORTUGAL
 
 
 
 
 
 
Imagem JPG - Recebi sem autoria
Wav: David Garrett - Somewhere
Arte e Formatação: JoiceGuimarães
 
 
 
VOLTAR