Os Nós de Nós
LuliCoutinho
 
 
Sem pretensão acontece
Hoje teu amor prevalece
Se na essência tens mel
Já me melei em teu céu.
 
 
 
Espero-te amor cantor
Chega logo, traz o violão
Canta teus blues de dor
Quero chorar teu amor.
 
 
 
E é assim que quero teu ar
Cantado em versos e blues
Num fogo que me abrasa
Gotas de luz ao me amar.
 
 
 
Vem logo meu/teu amor
Ensino como fazer e me ter
Amanhecer num só derreter
No novo espelho nosso Nós.
 
 
 
11/08/08
 
 

 

 

 

Os Nós de Nós
LuliCoutinho
De Nós os Nós
Francisco Coimbra


 

Sem pretensão acontece
De braços abertos fico
Hoje teu amor prevalece
Aguardando tua vinda
Se na essência tens mel
Escorrendo te digo figo
Já me melei em teu céu
Comendo te digo vida
 

Espero-te amor cantor
Dou nós no nó que dou
Chega logo, traz o violão
Toco música de ouvido
Canta teus blues de dor
Arrastado lamento sou
Quero chorar teu amor
Só a despertar sentido
 

E é assim que quero teu ar
Emoção bem colorida
Cantado em versos e blues
A libertar meu prazer
Num fogo que me abrasa
Tanto a você convida
Gotas de luz ao me amar
Como estrelas eu ter
 

Vem logo meu/teu amor
Mergulho no Universo
Ensino como fazer e me ter
Do nosso ser confesso
Amanhecer num só derreter
Libertando cada verso
No novo espelho nosso Nós
Em todo este processo
 

11/08/08
05/08/09


 

* TE ABRAÇO


A tua palavra liberta em melodia
Sempre me cativa para a Poesia


 Nossos duetos surgem tão naturais
Como matar a sede com a beleza
 

O que quero dizer é o que faço
Sem para isso pensar mais do que *
 

Francisco Coimbra
05/08/09

Bjs
F

 

 
 
 
 
 
 
VOLTAR