Vivendo teu Beijo - LuliCoutinho
anoiteceu - FranciscoCoimbra


Hoje é a ventura da vida
o dia terminou a noite vem
A simplicidade da ternura
instala-se e fica embaladora
Repouso estrelado na noite escura
as palavras navegam suaves.

Visitas-me para o suave beijo
todo o corpo acolhe a alma
A substância química em minha boca
a língua move-se na língua
Traz-me o lirismo das palavras como canção
os versos fluem num sorriso
Conduzindo-me às rimas, ao verso perfeito.

O poema flui com a natureza da calma
tudo se une e torna no uno
E com a paz vertiginosa da alma
a unidade aflorando à flor
Refletida em azuis de puro amor
das águas coloridas do céu
O dom sagrado induz-me à tua luz.


No amor que transborda em prazer
refletindo nesse profundo
Enriquece-me o ser, o ter!
espaço do espaço e espaço
Trago em mim o mel da paixão
onde o que faço se destila
Na eternidade do teu beijo viver.

 

 

Vivendo teu Beijo
Luli Coutinho

Hoje é a ventura da vida
A simplicidade da ternura
Repouso estrelado na noite escura.

Visitas-me para o suave beijo
A substância química em minha boca
Traz-me o lirismo das palavras como canção
Conduzindo-me às rimas, ao verso perfeito.

O poema flui com a natureza da calma
E com a paz vertiginosa da alma
Refletida em azuis de puro amor
O dom sagrado induz-me à tua luz.

No amor que transborda em prazer
Enriquece-me o ser, o ter!
Trago em mim o mel da paixão
Na eternidade do teu beijo viver.


09/07/06

 

 

Anoiteceu
Francisco Coimbra

o dia terminou a noite vem
instala-se e fica embaladora
as palavras navegam suaves

todo o corpo acolhe a alma
a língua move-se na língua
os versos fluem num sorriso

tudo se une e torna no uno
a unidade aflorando à flor
das águas coloridas do céu

refletindo nesse profundo
espaço do espaço e espaço
onde o que faço se destila

(água abençoada pela água
benta da tua benção bebo!)

01/09/06

Publicado em 01/09/2006 às 22h51

 

 

Arte e Formatação: JoiceGuimarães
Wav: Parlez - Moi D'amour
Tube: Denise Worisch

 

Voltar