Parabéns Luli,
nosso presente para você,
beijos nossos,
TT e Ana 
 

 

 

 
 
O POETA
 
Luli Coutinho
 
A imaginação incita
Asas ao olhar sonolento
A inspiração visita
Um versejar de acalanto
 
O poeta grita a sua dor
Urge criar versos dourados
Faz da poesia rendas de amor
 
Das rútilas quimeras
Um lago plácido refletir lilás
Num crepúsculo ao som de Bach
 
A poesia desponta às noites
Desertas de ti em açoites vis
Beijo águas tuas azuis das fontes
 
Cria-se o mistério à magia
Delírios e fantasias
Faz-se das letras sangrentas, alquimia
 
Tanto amor a alma que tens
Devaneio ser teu veneno
Embriagada, sinto que vens
 
Então busco em ti essa luz
Que em meu opaco cristal reluz
Rubros beijos aos meus versos nus
 
25/03/10
São Paulo - SP
 
&
 
OS VERSOS DO POETA
 
Maria Thereza Neves
 
Libertam-me as palavras ao ler os versos teus
Quebro os cristais para ouvir te por dentro
Tento seguir-te criando caminhos meus
Mesmo que seja diferente o verso inteiro.
 
 
Desfolho-me desvanecida desta vida
Sem importar as dores, os amores
De ser ou não poesia algum dia lida
Na minha insensatez, meus dissabores.
 
 
Solta-me sempre o mágico instante
O murmúrio obscuro talvez do vento
Acentuando um desejo louco, latente.
 
 
Agasalho-me numa quietude orvalhada,
Em fusão de sabores, cheiros e medos
Desfaleço na embriagues da chegada.
***
(Direitos Reservados)
 
CREDITOS
TUBES
LUZ CRISTINA
CIBI
 
ARTE E FORMATAÇÃO
ANA RIDZI
TUTORIAL
SARITA

 
 
 
 

Voltar