Deserta de Amor
                                   Luli Coutinho
 

Ah, esta lua deserta de amor!
Tão nua frágil e sem calor
Como se não houvesse brilhar
 
Eu a acompanho devagar
Meio sem rumo e sem ar
Afogada aos cabelos do vento
 
Meus rios sem destino
Percorrem caminhos sem tino
Desembocam as margens da dor
 
Perdida e nua aos olhos da noite
Recordo os tempos de amores
Regados no jardim das mil flores
 
Calada, envolta a me olhar
As asas presas querendo voar
Aos sussurros implora
 
Liberta-me...
Quero voltar a amar!
 

21/01/10
São Paulo - SP
LuliCoutinho

Código do texto: T2043280
 
 
 

 
 
Tube Anjo: Gehilda Bocater
Imagem jpeg Cais: net
Wave: Moonlight Sonata - Richard Clayderman
 
Edição e Arte final: Dea Maia