Nas Cordas do Violino
LuliCoutinho
 
 
 
 

Deixa penetrar o silencio!
Procura viajar em teus devaneios
Sentindo nas cordas do violino
A dança das borboletas nos lírios

Sinta que o vulto da menina se arrisca
Palpita com asas de pétalas
Transforma-se em flor para te amar
Ensina o cintilar das letras infinitas

Vislumbra o caminho das cordas!
Do cetim que as acaricia
Tão singular como a poesia
Qual madrepérola que enfeita o dia

Elas dizem te amar ao suspirar
Em sons que nos faz delirar
Os corpos flutuam aos cultos do amor
A aérea brisa do ar no silencio escutar!

Deixa-te penetrar aos murmúrios,
Das cordas do violino!

São Paulo – SP
www.lulicoutinho.com

 
 
 
 
 
Tube: Lamanouche
Arte e formatação Marilda Ternura