Como presente, envio-lhe essa humilde,
mas merecida homenagem que lhe fiz
em 29-12-2009
MINHA HOMENAGEM
 
Sá de Freitas
 
 
Luli Coutinho, minha grande amiga,
Como és grandiosa no teu versejar,
Conjugas o viver no verbo amar,
Transformando o sofrer numa cantiga.
 
Se a dor que vem, teu coração fustiga,
Se mágoas tantas fazem-te chorar,
Eu sei... Procuras sempre demonstrar,
A paz de Deus que ajuda e nos abriga.
 
Não pares nunca, pois os teus poemas,
São estrelas, são puros diademas,
A dissipar a escuridão da vida.
 
És grandiosa mulher, és ser sublime,
E tudo isso mostra e bem define,
A razão de, por nós, seres querida.

 

Voltar