Tela azul
Sandra Ravanini

Para Luli Coutinho


Lume de prata despontando sem igual
um canto de risos em cios incontidos,
lavrando a estrela no rastro em desabrigo,
iluminando o espaço numa ode astral.



Céu que agasalha a musa com o índigo e o blues,
ornando a noite-guia pra lua entinturada,
ungindo em brumas o caudal das prateadas,
tatuando à divindade uma tela azul.



Iriar a estrela cavalgando um corcel...
No rastro desponta o cio do lume azul;
híades brilhando os sonhos daquele blues,
oitavando amores e embelecendo o papel.


Feliz aniversário
Com carinho.
23/02/2008



voxclamantisindeserto by Sandra Ravanini is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.
Based on a work at voxclamantisindeserto.arteblog.com.br.

 

 

Voltar