Buscar Minha Cura
LuliCoutinho


Olhares tristes perdem-se no mar
Numa angústia que tento disfarçar
Em tentativas alucino tua procura
Ao seduzir-te a buscar minha cura.


Meu corpo frio sem sopros de amor
Traz telas destorcidas, horas de dor.
Uma serpente tentada a me sufocar
Quase apaga teu cheiro e polui o ar.


A porta do beijo cerrou-se dorida
Na música do amor quase esquecida
E na fragilidade num meu momento
Uma nostalgia invade em desalento.


Pouso o beijo em teu corpo de amor
Busco a luz hora aquecer minha dor
Tua luz é a minha alvorada e vida
Teu amor, tua vinda e não tua ida.


24/07/08

 

 

Arte e Formatação: Salete
Tube by Monique
Mask gradientesarzedas4
Tutorial by Ana Cristina
Mid: Osvaldo Montenegro - No final da brincadeira

 


 

Voltar