Destino Guardado

LuliCoutinho

 
Guardei meu amor nas estrelas
Visíveis são as formas de o admirar
Quando refletem ao escuro azul do mar
Espumas desmancham-se em beijos de sonhar

Eternizo este amor nas flores que brotam no ar
E brilham nos colares do orvalho da noite
Quando bailam e cintilam douradas, vermelhas
Colorindo o horizonte num espetáculo estelar

Minhas são as noites iluminadas de mistério!
Quando o silêncio se faz ouvir cantos de amor
Fiando no tempo uma eternidade de sonhos
Gravados, relembrados, límpidos de dor

Esta voz tão meiga e serenada de luz
Guardada em lugar secreto onde pulsa devagar
Faz-se alimento à alma nos prantos do meu sono
Quando percebo de súbito, um anjo me olhar

Assim me sinto pura, infinita!
Driblando as sanhas da sorte
Sustido o meu corpo, olhos, palavras, cruz
À água da vida onde o destino de tudo, guardei!
 
 

São Paulo - SP
07/01/11
www.lulicoutinho.com
LuliCoutinho
Publicado no Recanto das Letras
Código do texto: T2715055
 
 
 
 
 
 
Art/Formatação
Dama Misteriosa
Tube:
Enviado Por Grupo De Trocas