Espera
 
                                    Luli Coutinho
 
Esperei teus abraços
Envolvendo-me em brumas
Formando laços apertados
Delicados como plumas.

Esperei teus beijos
Que com gosto de doçura
Tirava-me compostura
Deixando a fissura da loucura.
 
Esperei, te esperei!
O desencanto tomou conta
Na espera em dias de sol
Noites de chuva, a espera...
 
Tanta espera!
 
Esperei, tanto esperei!
Tanto, que cansada nem percebi!
Que tua ausência não mais senti
E nossa música, não mais ouvi.
 
30/03/05
 
 
 
Melhor visualizado em 1024x768
Fevereiro, 2006/abril 2010
 
 
 
 
VOLTAR