Etéreos Paraísos
LuliCoutinho



Essa espera incessante
Deixas-me intrigante!
Me soltas ao vento
Às intempéries do tempo.


E se o vento me levar
Descobrir um outro lugar
Onde areias sejam quentes
E as ondas envolventes?


E se eu me apaixonar
Gostar e mudar do teu ar
Enlaçar-me as ondas azuis
Perder-me de amor no mar?


Diz-me ora dos teus encantos
Já pude esquecer uns tantos
Diz-me da tua forte música
Hoje não a ouço como única.


Diz-me do teu amor singular
O vento não está no teu mar
Pois me leva leveza em torpor
Aos etéreos paraísos de amor.

20/06/07

 

Arte e Formatação: Salete

 

 

Voltar