Lembranças

LuliCoutinho



Lembranças que eu criei e sei
Que em sonhos devaneei
E na vida, a cores vivenciei

São pedaços do amor guardado
No coração de rubor inundado
Sementes plantadas no corpo
Que hoje alojam meu porto

São pedras fiadas às ilusões
Na boca, pequenas canções
Que transbordam do beijo teu
Um mar de êxtases no lábio meu!

São ternuras de um amanhecer
Tendo-o meu e sedento me ter
É a saudade deste amor bonito
Que sublimo e se torna infinito


:: ::


Arte e formatação Mônica Neves

 

 

Voltar