Loucuras de Amor
Luli Coutinho


E os olhos se fecharam
No frenesi louco nossos corpos,
De tesão quase mortos;
Nessa noite se amaram.


Fez-se do amor louco
O momento raro e sublime
Sentiu-se um faro de ciúme
Por este amor poder se acabar.


Trocamos o nosso ar
Aspirei ao teu, e tu, o meu;
Queríamos tê-lo guardado
Perpetuar o ar do amado!


Loucuras foram tantas
Quimeras perderam-as quantas
O nosso amor não perdurou
Mas foi intenso enquanto durou.

09/05/07


Formatado com carinho por SussuLuz

 

 

Voltar