Nua
 
LuliCoutinho



Entrego-me a ti
Com minh’alma pura
Lapidada e madura.

Entrego-me nua
Uns poucos versos obscura
Mas meu amor é só ternura.

Entrego-me em tela
Com delicada pintura
Nua, mas nunca impura.

Em todos os versos, tua!
A um amor que sempre cri
E só os ofereço a ti! Nua.


13/09/07
 
LuliCoutinho
Publicado no Recanto das Letras em 13/09/2007
Código do texto: T651219


 


 
Créditos:
 
Tutorial Denise Worisch
 
Tube: Denise Worisch
 
 
 
Música: "Thats What Love is For"
 

 

 

VOLTAR