Renasce Minha Sereia
 
Luli Coutinho
 
A saudade em mim vagueia
Achou-me aos pedaços
Trouxe a canção que rodeia
Dizimou os cacos
Renasce minha sereia!
 
Floresce a flor esmaecida
Sua morte ora vencida
Daquele reino cinzento
Onde tudo era lamento
Hoje sinfonia em canção!
 
Acenderei as velas
Marcarei os caminhos do sol
Sentirei a doce emoção
Do instante em que as sombras
Iluminam-se nos encaixes da paixão
 
Deslizo um mar de sedução!
Entre corais e conchas de amor
Lá, onde o horizonte se confunde,
Atrás do oceano vou te amar
Reviver minha sereia!
 

Publicado no Recanto das Letras em 28/01/2010
Código do texto: T2055988
 
CREDITOS
 
TUBES
FAFY
 
ARTE E FORMATAÇÃO
ANA RIDZI
 
 
VOLTAR