Sabes-me Inteira


LULI COUTINHO

 
E ao desbravar
A minha geografia
Sabes-me como o lar
Que te recebe e se perfuma
Com teu chegar
 
Sabes-me, sentes-me!
 
Da minha boca,
O tesouro que te acolhe
E por teus beijos se colore
Na rubra cor que suga a dor
 
Sabes-me, sentes-me!
 
Da minha cratera rosa
Umedecida de amor
Já ser só tua morada
Resguardada em sabor
 
Sabes-me, sentes-me!
 
Dos meus seios de veludo
Como manjares pontudos
Ser o remanso e descanso
Do teu amor e calor
 
E sabes-me inteira!
 
Quando ousou me desbravar
Meu olho de colméia gravou
Que os teus, verde jade
A minha aura fotografou
 

Publicado no Recanto das Letras em 01/05/2009
Código do texto: T1570205
 
CRÉDITOS
 
TUBE
GUISMO
 
MUSICA
LAURA PAUSINI
OGNI CLORE AL CIELO

 
VOLTAR