Flutuando Véus
LuliCoutinho




E entre véus que se multiplicam
O êxtase da emoção colore o ar
Entrelaça-se entre fendas e meios
Quando entro em total devaneio.



Meu corpo flutua leveza aos céus
Em sinfonias de amor ao infinito
Lentamente desnudo corpo e véus
E ao palco das emoções rodopio.



E o sol dourado abre-se em mim
Num balé de clássicos carmesins
E se confundem ao azul dos véus
Como se o arco-íris virasse céu.



Cobre-me o amor envolto a dança
E pela noite adentro danço assim
Hipnotizada e apaixonada em fé
Flutuo em beleza a arte dos pés.


02/09/08





Imagem: Recebi sem autoria
Wav: Enya - The memory of trees
Arte e Formatação: JoiceGuimarães

 

 

Voltar