Meu Amor!

Luli Coutinho
 
 
 
Nestes versos, meu amor!
Meu coração em púrpuro preclaro
Ao sonho não mais imaginário
De sinfonias radiadas de ardor

Oh amor meu, é como se de repente
A janela do mundo se abrisse em sóis
Inundasse a casa ao calor ardente
Envolvida por lindos girassóis

Minh’alma antes fraca e latente
Segregada de amor e luz
Hoje transborda bênçãos ao luar
No beijo eterno as brumas no ar

Hás de me ver eterna às quimeras
Inundada a visões de estrelas ao mar
Revendo sonhos fugazes de espera
Sem notar qual o antes me cegou


31/05/10
São Paulo – SP

 
LuliCoutinho
Publicado no Recanto das Letras - 31/05/2010
Código do texto: T2291627
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Tubes: Guismo & Rock
Wav: Maria Bethânia - Quero ficar com você
Tutorial: Spartacus - Jaque Argentin
Arte e Formatação: JoiceGuimarães