Dom da Magia
 
LuliCoutinho
 
Quisera ter o dom da magia,
p'ra poder adentrar a tua poesia.
 
Num desejo físico carnal,
abraçar teus versos de amor,
ser a tua alegoria.
 
Quisera ser a passarinha,
que te visita todos os dias,
pousar em tuas rimas de carícias
e cantar.
 
Quisera ser a bailarina,
com saia de tule violeta,
dançar, rodopiar, te enlaçar
nos braços, e voar!
 
E num rompante de delícias,
no leito estrelado azul da noite,
acompanhada pelo céu,
e te amar!
 
 
18/05/10
São Paulo - SP
 

Publicado no Recanto das Letras em 22/05/2010
Código do texto: T2272665