Enfim te Amar
 
LuliCoutinho
 
Que a lua prata brilhante,
Visite-me ao meio da noite
Trazendo-te anjo amante
Suas mãos, o corpo acalante
 
Na alvorada te possas manter
Enlaçado a maciez deste corpo
Cobrindo de beijos meu rosto
Em concha raiada de amor
 
Que me ensejas por inteiro
Luz do amor companheiro
Velejando em águas calmas
Suaves e claras como alma
 
Mas que não estremeças
Ao plácido amor que procuro
Que em sortilégio não teças
Às águas salgadas do escuro
 
Que eu possa enfim te amar
Acreditar que o sonho existe
Em dias velejar neste mar
Às noites meu orvalho serenar
 

16/03/10
São Paulo - SP
 
 
 
 
 
 
Tubes Mary
Wav: Gary Moore Empty Rooms
Tutorial La dança Mara Pontes
 
 
 

 
 
 
 
 
VOLTAR