Estrela das Fadas
 
LuliCoutinho
 
O meu canto rodeia a madrugada
No esplendor da dança de um anjo
Àquela dor perdida na eternidade
Como uma sinfonia inacabada
 
Quisera ainda sentir as flores
Raízes vivas e orvalhadas de amor
Sentir buques se espalhando no infinito
Trazendo juras na serenata a cores
 
Um anjo com passos de ondas
Circunda meu corpo e o afaga
Aos sopros de beijos acaricia meu rosto
É a bailarina... Estrela das fadas!
 
Leve como pluma que obedece o vento
Ela chega, ela vai, ela volta...
Sapatilhas em ponta, silenciosa,
Não quer me acordar a tempo...
 
São Paulo - SP
06/04/11
 
 
 
Publicado no Recanto das Letras em 06/04/2011
Código do texto: T2892886
 
 
 
 
 
 
Tubes Macha
Borboletas DeniseWorisch