Meu Doce Amor!
 
Luli Coutinho
 
Como sombra, quero levar-te,
Porque a carne do amor é partida
Talvez não sejamos mais sós
Pois não me vejo assim desdita
 
Sei que estás em mim
A minha vida repleta de luz e aqui
Suspiro em ti oh doce jasmim!
Eterna e límpida musica que à lua sorri
 
O silencio que a todos aflige a mente
Um companheiro ao suspirar doce alento,
Às ânsias e lágrimas que ainda verto
Ao jardim do meu sono por ti ausente
 
O caminho do céu se tornará azul enfim
Mesmo quando não disseres nada, o vejo!
Profundos tons de memórias e sons
Que te seguem refletidos em mim
 
Memória e sonho, quimeras!
Não os perderei de ti, por ti, em ti, amor!
Serás no silencio luz refletida, eterna flor,
Meu doce amor!
 

31/07/10
São Paulo – SP
 
 
 
Publicado no Recanto das Letras em 31/07/2010
Código do texto: T2410574
 
 
 
Tubes DeniseWorisch
 
 
 
 
 VOLTAR