Mistérios desse Amor

LuliCoutinho

 

Defronte a minha janela
Entre as flores de cor amarela
Um ipê pequenino e altivo
Saúda os encantos vindos do sol

 

Sonho vislumbrar tanta beleza
Deliro as cores da natureza
Devaneio navegar acordada
Viajo os caminhos da alvorada

 

As flores da memória ao vento
Refazem a mim um alento
Nos mistérios do amor não calam
Portanto, apressa-te amor!

 

Ao ouvires o que falam
Lembrarás do sonho lilás
Aquele amor leal, verdadeiro
Entregue a ti por inteiro

 

A flor da memória
Conta a história que dias ousou
Nem pensou nos rumos que levou
Vês, nos amávamos assim!

 

Hoje cada vez mais longe
Volta e vai cada vez mais forte
Essa ironia reflete, machuca
Talvez seja melhor assim!


18/01/10
São Paulo - SP

 

 

Tube Katiusia

 

 

 

 

 

 

VOLTAR