O Sol a me Clarear
 
LuliCoutinho
 
À noite com seus mistérios
assusta-me vivê-la.
Sua magia...O silêncio...
Nela tenho meus devaneios.
É ela minha companheira.
Meus desassossegos,
meus medos,
tantos temores pela solidão.
Adormeço na esperança
de um novo dia,
uma luz,
aonde vou me encontrar com ele.
Sua majestade, o Sol!
Seu brilho, sua magnitude.
Onde aqueço a alma.
E com ele me alimento,
fortaleço-me.
Aquecendo-me,
tenho forças para enfrentar
meus devaneios.
Nele me faço presente
com a vida,
meu dia a dia.
Recomeçando com fé,
esperanças;
minha vida,
minhas emoções;
novas conquistas,
meu amor.
Ele me renova,
me fortalece.
E de novo, tento,
Recomeçar.
 

Reeditado em 06/11/2009
Código do texto: T3674
 
 
 
 

 

Tube Ana Ridzi

Jpg z4ph_p_ciudades Venecia5

 

 

 

 

 

 

 VOLTAR