Poetisa
LuliCoutinho


Onde estão as inspirações que não as vejo?
Aquela mulher alegre, hoje anda tristonha!
Guardou os encantos do amor depois do beijo
Semeou flores, na espera, hoje sonha.

Aquele gesto de doçura e desejo
Elo perdido como névoa, caminha
Em teu casulo, ainda guarda o segredo,
Dos encantos e carícias que os tinha.

Oh, mulher dos segredos e sina
Regue teu jardim e crie tua rima
Faça teus versos, use a inspiração da flor divina.

Beijo tuas mãos ao escreveres, poetisa!
Lendo teus versos me deixas entontecida!
Os tragarei como beijos e os guardarei toda vida.
 
 
 
 
 
Tube Athe-FM231
Tube paisagem Luna
Wav: witney_houston/all_at_once
Tutorial Top Norma de Nines
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
VOLTAR