Quando Trazes Teu Amor!
 
Luli Coutinho
 
Quando trazes teu amor!
Nas noites quentes azuis de veludo
E o silêncio toma conta dos ares
O coração fica mudo
O mar, o vento, os luares
Fazem-me recordar tudo!
 
Quando trazes teu amor!
E o coração tece no ar alegrias
Remove emoções, faz-se canção
Canta amor às nostalgias
Refaz-se em vida, delicada cor
Bordando o meu corpo alegorias
 
Tudo se move em amor
Um fio de céu, um róseo raio de Sol
O corpo desnudo exalado lis
Renova caminhos salgados, dor
Beleza aos olhos, delicada lágrima
Ao raro sentimento de contigo ser
 

És horizonte dançarino, faz-me seu par!
Ao voarmos alto em caminhos coloridos
Que abraçam, beijam nosso ar
Às nuvens acariciantes de algodão
Às bolhas de espumas furta-cor
Penetrando nossos corpos à exaustão
 

Compositor da minha rima
Do viver e do poder ser tudo sagrado
Ao esculpir nossas vidas ao diferente
És meu pai, irmão, amigo, amante
Colorindo o destino às vezes incerto ou certo,
Quando trazes teu amor!
 
São Paulo - SP
11.03.12
 

Código do texto: T3550317
 
 
 
 
 
 
Tubes Nikita
Wav: Eros_Ramazzotti_And_Cher_Piu_Che_Puoi
 
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
VOLTAR