Sou Tua! Usas-me!
 
LuliCoutinho
 
Acaricio meu corpo no calor da noite
Imagens formam em minha mente
Como se minhas mãos fossem as tuas
Percebo-as delicadas, lentas, nuas!
 
A sutileza dos meus pelos a se assanhar
Faz-me chegar à loucura
Passas-me a língua no rosto
Tomas minha boca, sugas-me.
 
Deixo-me levar! Sou tua! Usas-me!
 
Usas, e eu deixo! Gosto que me usas!
Exploro-te, abuso-te para meu prazer.
Conduzo-te ao meu gozo
Num forte e demorado torpor.
 
Bebes meu corpo, sacias tua sede!
Invade-me as entranhas, tens meus segredos.
E quando confundo teu corpo com o meu
Sinto teu leite e me aqueço em puro deleite.
 
Gozamos o gozo dos deuses
No amor que faz desfalecer
Aconchego-me ao meu travesseiro
Sinto teu corpo gostoso, teu cheiro.
Doce clímax de tê-lo tido por inteiro.
 
28/06/06
 
 
Publicado no Recanto das Letras em 28/06/2006
Código do texto: T184016
 
 
 
 
 
 
 
 
Tube Claudia Viza
Paisagem hebe
e vaso aclis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
VOLTAR