Amor Calado
LuliCoutinho
Narrado por: Sandra Ravanini


Lilases que se mesclam entre rosas
No fundo branco de uma tela de paixões
Um abstrato colorindo azuis às emoções
A poesia surge entre rimas calorosas.


Vago entre olhos esverdeados de hortelã
Respiro o cheiro adocicado da maçã
A nostalgia que nos envolve nas manhãs
Ressurge em versos com sabor de romã.


Calados com o sensual cheiro do mato
Um êxtase! E num beijo duas bocas úmidas
Que se completam ao criar a poesia única
Eternizam-se em versos pelo amor e ato.

 

 

Voltar