LUZ ACESA
Francisco Coimbra



«Amor é fogo que arde sem se ver»
Labareda acesa luz dum sentir
É chama chamando além do doer
Até de intensa nos fazer ganir



Irá querer o amor deixar de ter?
Certo e sabido não ser criado
Sabido decerto não obedecer
A quem nele acaba enredado



Pois é bom dizer ser este um fado
Onde ainda cante não espante
Ficar calado o céu estrelado



Enquanto distraído vou a compor
Sinto dentro de mim sol radiante
A rimar ao luar o doer da dor! …

 

10 de Junho de 2008

 

Clique aqui: FranciscoCoimbra

 

 

 

Imagem: Pôr-do-Sol - sem autoria
Wav: Eagles - Love will keep us alive
Arte e Formatação: JoiceGuimarães

 

 

Voltar