SUA RAINHA
Luiza Porto


Quando se aventurou em minha vida
o proibido te encantou
Sei de seus outros amores
se embriagou em outras fontes
mas queria matar sua sede
em mim

Eu em meu castelo
a rainha
tão louca,
me apaixonei por ti
um plebeu.

Bebeu em minha fonte
esqueceu o perigo
rondando como lobo
foi me cercando
e tudo aconteceu.


Eu fria e mal amada
ao ser desejada
me entreguei ao sentir seu desejo

Te quero por inteiro
esqueci a nobreza
deitamos em cetim macio
e felizes no calor da paixão.

Eu absoluta, sussurrava
em delírio
me sentindo penetrada
perdi a majestade.

Sou sua escrava
sem coroa, perdida
feliz em ser sua fonte
Sua vida, minha vida.


Arte e Formatação: Luiza Porto
Mid: Romeu e Julieta
 

Voltar