Sem tema
reginaLU


Sem tema meu lema é o luar.
que atrevido espalha a prata,
tornando a praia clarinha,
desperta o cio na gata.
Os mágicos fios branqueando,
do tempo o tempo revela.
culpa da lua ciumenta,
só quer atenção p'ra ela.
Reflete nos olhos do amante,
diamante,
na gota exigente...
O amor gritando, urgente.
Colore as janelas da vida,
se esconde na nuvem curiosa,
assusta o desavisado,
que foge do escuro apressado.
Insiste na prata a espalhar.
Sem tema, meu tema, meu lema,
volto a pensar no luar.


São Paulo/SP
14/01/2008
 
Wav: Dilermando Reis - Abismo de rosas
Arte e Formatação:
 
 
 
 

Voltar