NOSSO ESTRANHO AMOR
Samuel de Almeida



Esse nosso estranho amor... Para uns um mundo incolor, de sombras, destino de dor.
Para outros, uma vida sem nexo, desconexo... Para nós, no coração; anexo.
Amar você não é apenas aguardar gratificação sexual, atingir o climax emocional, e "coisa e tal"...
Amar você, é superar a tristeza que insiste em sufocar, é ter esperança de ver um novo dia raiar,
é poder acima de tudo cantar...
Esse nosso estranho amor... Nem sei mesmo como começou... Eu só sei, que muitas dores,
como o vento, ele levou...
Como é bom estranhamente lhe amar, sem nenhuma culpa ter que guardar,
mesmo que o mundo nos queira incriminar.



nov/2006

Mid: Ernesto Cortazar

 

Voltar