E em nossos arrufos de amor,
sei de todo o meu ciúme que te incomoda,
que tens vontade de gritar, falar,me possuir,
me beijar!..

Sei que sentes o mesmo.
Este ciúme que maltrata, faz chorar, rir,
como crianças que não podem deixar
que roubem este brinquedo mágico
que nos dá vida e encanto!..

Nos meus desvarios, me pergunto
o porquê de tanto amor...
Nem eu mesma o sei!..

Jamais o saberei,
pois és aquela Estrela
que desceu do céu
para me encontrar,
me amar,
tomar conta de mim,
me acarinhar,
finalmente,
ser minha,
como tua, eu o sou!

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"

 


 

 

 

 

VOLTAR