Tempo transcendente
Graça Ribeiro
 
 
 
Entre o sim e o não de todo dia
Atento ao que diz meu coração
Desperto em busca da alegria
Escrevendo poesia em oração
 
O meu centro do sentimento
Não pode entender o vivido
Sem questionar o pensamento
Acorrentado ao tempo perdido
 
 Escuto o que diz meu momento
Não importa se está entristecido
O interior arrebenta comportas
 
Num tempo que é transcendente
Porque é aquele tempo esquecido
No silêncio vivo dentro da gente
 
 
 
 
 

 
Créditos:
 
Tutorial: Mara Pontes
 
 
 
Tubes: Corinne Vicaire, Luz Cristina,
Heidis e Claudia Viza
Arte e Formatação: Vanda Gigo
 
Um abraço carinhoso: