QUANDO TE VI
(Paulo Silveira de Ávila)
 
"Quando te vi...
Li tantas metáforas nos teus olhos
que prediziam que o amor
é o único elo que rege o coração
e se estende ao infinito limite
ultrapassa todas as fronteiras.
O verdadeiro amor nasce de dentro para fora,
reflete suavemente um universo de candura
que de tão próximo fala uma só linguagem,
uma só imagem, um só pensar,
um só sonhar e deixa grafado
no granito da vida... um só eu.
Não importa o ângulo ocular
ao ver a imagem no espelho
o que conseguimos enxergar
é nossa face real que revela,
sem máscaras, treva ou maus agouros,
cenas de afeto e carinhos,
ressoando a música que baliza
nossos passos na grande estrada da felicidade."
 
Publicado no Recanto das Letras
Texto do Código: T1949634
 
Tutorial de Ketzally San Román
arte de Sandra Scobedo
tubes de Elisa T. y Mary
 
 
 
 
 
 
 
 
 
VOLTAR