O OLHAR

Sérgio Diniz Barros Guedes
 
Donde vêm esses olhos?
Essa formosura de olhar?
É um desejo não consumido?
Livre para amar?
Sim, de fato era,
o olhar convidava,
quase falava
na totalidade da expressão.
Ela linda! Suprema!
Banhada de dotes
em todos sentidos...
seu rosto sobressaía,
fez meu coração palpitar,
rápido me fiz chegar...
tudo me surpreendia,
estava embebido pelo seu amor,
a queria com todo esplendor,
deliciosamente nos amamos
na intensidade das carícias mutuas...

 31/03/2013
Código do texto: T4216274
Publicado no Recanto das Letras
 
********
 
Creditos
Tubes Arte e Formatação
Ana Ridzi
 
Tutorial de  Tamer
Dilruba